Educação Infantil Marista: estudo e aperfeiçoamento da prática docente

Momentos de formação são fundamentais para qualificar a trajetória escolar dos estudantes



Em sua proposta pedagógica da Educação Infantil, o Colégio Marista Medianeira valoriza as capacidades e os saberes das crianças, acreditando em seu potencial e nos conhecimentos que cada uma delas traz em seu repertório cultural e familiar. Para guiar os educadores nesse sentido, a Rede Marista conta com um documento comum: as Diretrizes da Educação Infantil Marista, alicerçadas nas concepções das novas infâncias e no debate sobre os processos de desenvolvimento da criança e as formas como ela se apropria de significados​ e se expressa.​

A elaboração das atividades e dos projetos envolve a escuta e a observação dos professores sobre o modo como as crianças se relacionam com as experiências oportunizadas para elas. Ou seja, também são trabalhados assuntos que surgem em rodas de conversa, de curiosidades trazidas pelas crianças.

Dentro desse contexto, os educadores da Educação Infantil realizam uma série de formações, envolvendo temáticas e abordagens diversas dentro do campo da Educação. Em março, os educadores da Educação Infantil participaram de um momento formativo com a temática “Posicionamento sobre as Infâncias”. Em formato de oficinas, com assessoria da supervisora pedagógica da Rede Marista, Bibiana João de Deus, e da gerente educacional da Rede Marista e estudiosa das infâncias, Loide Pereira, fazendo uso das múltiplas linguagens, os professores retomaram os princípios do posicionamento marista sobre as infâncias, com o objetivo de refletir sobre a atuação e as possibilidades de qualificar a presença marista junto a este grupo.

Também no mês de março, o mesmo grupo de professores participou do curso online “O convite ao invisível: Os desenhos das crianças”, com Gianfranco Staccioli, educador italiano, que estimulou o grupo a perceber o desenho como linguagem das crianças, trazendo possibilidades para pensar tanto a prática educativa com as infâncias, reconhecendo os aspectos simbólicos originados nas relações culturais e contextuais, como também a possibilidade de escuta e pesquisa com este grupo de estudantes.

Os educadores da Educação Infantil também participaram de um curso promovido pela Vincular - Consultoria em Educação e Saúde da Infância, organizado em seis módulos formativos, de abril a outubro de 2022, no formato online, sendo que, em cada módulo, um tema foi ministrado por um ou mais educadores de nível nacional e internacional , como Cláudia Giudici (Itália) , Alejandar Cippitelli e Alejandra Dubovik (Argentina), Alice Proença, Tais Romero, Juliana Machado Rodrigues, Marcela Chanan e Flavia Burdzinski (Brasil); além da partilha de experiências com participação de escolas públicas e privadas nacionais. Temas como as “Cem linguagens das crianças”, “Planejamento”, “Documentação Pedagógica”, “Avaliação”, “Contextos de aprendizagem” e “Práticas de leitura e escrita” foram pautas de estudo que trouxeram o cotidiano do educador na prática pedagógica junto às infâncias para discussão.

No Colégio, também há inciativas de educadores que participam de grupos de estudos, aprofundando temáticas específicas. “A partilha das experiências em Programas de Extensão em Formação Continuada de Professores e em Seminários com as acadêmicas do curso de Pedagogia da UFFS - Campus Erechim e da UFES – Campus Vila Velha/ES, por exemplo, possibilitam a reflexão sobre a própria prática e contribuem para a ampliação dos conhecimentos de novos professores, bem como para a formação continuada. Ao compartilhar é possível refletir sobre as concepções e práticas cotidianas, e, nesse percurso avaliar e aperfeiçoar a própria prática, aspectos estes que contribuem para construção da identidade docente. Acredito que ao dividir experiências, multiplicamos conhecimentos”, completou a professora do Nível 3 da Educação Infantil do Colégio, Rosângela Dalagnol.