Deputado Paparico efetiva a liberação de 8 respiradores para o Santa Terezinha

Após audiência no Ministério da Saúde, em Brasília, o parlamentar confirma a liberação dos equipamentos solicitados pela instituição para ampliar o atendimento de casos graves de Coronavírus


A Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim vai receber mais oito respiradores encaminhados pelo Ministério da Saúde, no próximo dia 6, para ampliar a capacidade de atendimento aos pacientes infectados pelo Coronavírus na região do Alto Uruguai. A confirmação foi anunciada na manhã da segunda-feira (1) pelo deputado estadual Paparico Bacchi (PL) que realizou audiências em Brasília, na terça-feira (23) e quarta-feira (24), para reivindicar a liberação imediata dos equipamentos à instituição.

Em reunião com o assessor especial do ministro da Saúde, Leonardo Soares, o líder do Partido Liberal na Assembleia Legislativa salientou que a instituição se encontra no mais grave momento de enfrentamento da pandemia de Covid-19, com 100% de ocupação dos leitos de UTI equipados com respirador na instituição. Antes da audiência no ministério, Paparico Bacchi reivindicou o apoio do coordenador da bancada gaúcha no Congresso Nacional, deputado Giovani Cherini, para auxílio na liberação dos equipamentos.

Com todas as regiões do Rio Grande do Sul em bandeira preta nos indicadores de distanciamento social, Paparico Bacchi reiterou a urgência do pedido que havia sido feito por ofício pela Secretaria Municipal de Saúde de Erechim, diretamente ao Ministério da Saúde, no dia 9 de fevereiro – sem retorno até o momento da audiência do parlamentar na Capital Federal. “Uma vida não tem preço e não podemos chegar ao ponto de optar qual paciente irá receber atendimento. O Hospital Santa Terezinha é referência para por meio do Sistema Único de Saúde para 34 municípios que integram o Alto Uruguai e precisa do suporte federal para auxiliar a população neste momento difícil que vivenciamos no Rio Grande do Sul”, salientou Paparico Bacchi.

De acordo com a secretária de Saúde de Erechim, Eclesan Palhão, há mais de 900 casos ativos de Coronavírus na região do Alto Uruguai. “No início do mês os indicadores já demonstravam que os índices de infecções cresciam de forma significativa e rápida, o que esgotaria a capacidade de atendimento nas instituições de saúde locais. Solicitamos apoio do Ministério da Saúde no início do mês e ação efetiva do deputado Paparico Bacchi trouxe celeridade no atendimento do pedido”, destaca Palhão. De acordo com o presidente da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Rafael Ayub, a situação local é crítica. “Não há leito de UTI com respiradores disponíveis em Erechim. Até o início do mês de fevereiro o pico de ocupação foi de 10 dos 15 leitos disponíveis no hospital. Hoje, estamos com 18 pacientes internados com ventilação mecânica por meio de respirador. Para suprir a demanda a fundação teve que comprar três leitos particulares no Hospital de Caridade – instituição privada com sede em Erechim”, ressaltou Ayub.