top of page

Voluntários criam espaços lúdicos para crianças em abrigo para os desabrigados pela cheia

Diferentes equipes da Universidade atuam para minimizar o impacto emocional da cheia no psicológico das crianças

Em meio à situação de calamidade provocada pelas enchentes que assolaram o Vale do Taquari nesta semana, a Universidade do Vale do Taquari - Univates também está concentrando esforços para oferecer apoio às crianças desabrigadas da região nos espaços de alojamento temporário. Participam estudantes, docentes e voluntários de projetos de extensão como o Clown - E seu sorrir!? e cursos como os de Pedagogia e Educação Física. Além do atendimento voltado à ludicidade, os atendimentos psicológicos também estão sendo prestados por outras equipes. Um grande número de crianças deslocadas de suas casas está enfrentando um cenário de incerteza e angústia. É nesse contexto que voluntários vinculados à Universidade estão desempenhando um papel importante, criando um espaço lúdico nos locais de acolhida, dedicado exclusivamente às crianças, onde estão brinquedos, atividades recreativas e a presença dos clowns.

Em um cenário onde cerca de 1,1 mil pessoas estão desabrigadas em diferentes pontos de Lajeado, a Univates reforça seu compromisso com a comunidade, garantindo que as crianças, em particular, recebam atenção e cuidados e emocionais apropriados nos locais de abrigo. Em situações de calamidade, as crianças enfrentam uma série de desafios emocionais e psicológicos. Elas podem estar confusas, com medo, ansiosas e preocupadas com a segurança de suas famílias e entes queridos. Ter a oportunidade de se distrair e brincar em um ambiente seguro e acolhedor é importante neste contexto.

Nestes espaços, as crianças estão podendo brincar, contar suas histórias, interagir de forma lúdica com outras outras crianças e com os estudantes e docentes que estão atuando como voluntários. O jogo e a brincadeira são formas importantes para as crianças organizarem e elaborarem as situações que têm enfrentado. Saiba mais São cerca de 70 municípios atingidos pelas fortes chuvas e cheia de rios no RS. Aqueles que contabilizam os maiores estragos estão na região do Vale do Taquari. O Rio Taquari atingiu a sua segunda maior marca na história, com quase 30 metros em Lajeado - a maior dos últimos 80 anos. Até o momento são cerca de 40 óbitos, milhares de desalojados e dezenas de milhares de pessoas sem luz, água e internet na região. - Imagens: Divulgação


Comments


bottom of page