Vacinação contra a Covid-19 deve iniciar nesta semana em Erechim

Erechim se prepara para dar início à vacinação ainda nesta semana, assim que as doses forem disponibilizadas à Secretaria Municipal de Saúde, pela 11ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS).

Equipe de vacinadores da Secretaria de Saúde de Erechim


Após o anúncio do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, na manhã desta segunda-feira (18), de que a vacinação contra a Covid-19 no Estado inicia hoje, após a chegada das doses em Porto Alegre, Erechim se prepara para dar início à vacinação ainda nesta semana, assim que as doses forem disponibilizadas à Secretaria Municipal de Saúde, pela 11ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS).

Ao Rio Grande do Sul foram enviadas por avião 311.680 doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório Sinovac, para os grupos prioritários (profissionais da saúde da linha de frente e idosos que vivem em instituições de longa permanência) e outras 30.120 à população indígena.

Redução da morbimortalidade

Conforme explica a secretária de Saúde de Erechim, Eclesan Palhão, o objetivo da vacinação, neste momento, é reduzir morbimortalidade pelo novo coronavírus e manter a manutenção da força dos serviços de saúde e funcionamento dos serviços essenciais.

“Neste sentido, e seguindo a determinação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (MS), o município de Erechim irá iniciar a vacinação no momento em que recebermos do Estado do Rio Grande do Sul as doses destinadas ao público-alvo para este momento”, declara a secretária.

Treinamento e dados quantitativos

Conforme destaca a responsável técnica do Setor de Imunização da Saúde de Erechim e coordenadora geral da Secretaria, Leila Hofmann, vale lembrar que na tarde desta segunda-feira todos os vacinadores da rede de atenção do município receberam treinamento e capacitação in loco para aplicar as doses da CoronaVac.

Além disso, é de fundamental importância esclarecer a população que o município de Erechim ainda não tem conhecimento do número de doses que estarão disponíveis à população.

“Ainda não temos neste momento a informação do quantitativo de vacinas que será disponibilizada para Erechim. Essa informação será repassada no momento oportuno pela 11ª CRS, que atende toda a nossa região”, pontua Leila Hofmann.

Público prioritário

Seguindo as normas técnicas do Ministério da Saúde, através do Plano Nacional de Imunização, a pasta da Saúde informa que os públicos prioritários são os trabalhadores da saúde pública e privada, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na referência para os casos suspeitos e confirmados de Covid-19. Também os trabalhadores das instituições de longa permanência para idosos, bem como as pessoas idosas residentes nesses locais, acima de 60 anos.

Cabe esclarecer que todos os trabalhadores da saúde serão contemplados com a vacinação de forma escalonada conforme a disponibilidade de vacinas. A vacina CoronaVac terá aplicação em duas doses com intervalo de duas a quatro semanas, via intramuscular e a conservação dos frascos com as vacinas deve ser entre dois a oito graus.

Cuidados de prevenção devem ser mantidos

Ainda, a Secretaria de Saúde reforça que, mesmo com o início da vacinação, os cuidados para prevenção à doença devem ser mantidos em sua totalidade. “A vacinação não é a cura da Covid. Temos que continuar nos cuidando, usando máscara, realizando higienização constante e cuidando as medidas de distanciamento”, pontua Eclesan.

A titular da pasta da Saúde também destaca que o município já está com todas as salas de vacinação cadastradas. Também, já existe uma articulação em toda a rede de refrigeração para armazenamento das doses.