top of page

Transformação Digital: encaminhamento eletrônico na Saúde reduz deslocamento dos pacientes

Secretaria Municipal de Saúde trabalhando para simplificar os processos, trazendo agilidade, segurança e promoção do vínculo entre comunidade e Unidade Básica

Servidores da Secretaria de Saúde de Erechim apresentaram o sistema de gestão utilizado pela secretaria, G-MUS da empresa Inovadora, na manhã desta terça-feira (15), no Salão Nobre da Prefeitura de Erechim, aos integrantes do Comitê Permanente de Simplificação e Desburocratização, na reunião semanal do comitê. Na oportunidade, o chefe da Divisão de Informática e Serviços de Saúde, Onei Peretto de Lima e Silva, e o chefe da equipe de Informática da Rede de Atenção Básica, Leonardo Demoro Canova, falaram sobre as funcionalidades, o processo de encaminhamento das consultas especializadas realizado de forma eletrônica, desde 12 de junho, por todas as UBS, e, também, as demais funções como atualização do cadastro dos pacientes, acompanhamento dos fluxos de atendimento, retirada de medicamentos, entre outros. Na ocasião, salientou-se o processo eletrônico de encaminhamentos, pois é a mais recente implantação, este novo formato eliminou a fila presencial na Secretaria de Saúde de pacientes trazendo documentos para solicitar consultas especializadas, mas permanece, a necessidade da presença do paciente para as solicitações de exames, no entanto, este é o próximo projeto da Transformação Digital da Secretaria de Saúde. Facilidade no acesso Segundo o prefeito de Erechim, Paulo Polis, o projeto da Transformação Digital está aproximando os serviços públicos das necessidades das pessoas, facilitando o acesso, desburocratizando os processos. “Sendo mais eficiente e ágil para a população”, ressalta o prefeito Polis. Na ocasião, ainda, relatou-se os diversos treinamentos para os servidores operantes do sistema, prévio à implantação e retomados sempre que necessário, devido às particularidades operacionais, fluxos e melhorias nas funcionalidades. Funcionamento “O objetivo inicial foi alcançado, o paciente não necessita se deslocar da sua unidade, do seu bairro, para a Secretaria de Saúde. Não precisa de cópias de documentos, não corre o risco de perda de documentos, pois o encaminhamento é feito pelo médico, o administrativo da Unidade escaneia os laudos dos exames, anexa ao encaminhamento, e tudo fica salvo no sistema, sendo automaticamente enviado para o setor de Regulação do município, que fará a distribuição entre consultas próprias, terceirizadas ou para o Estado. Nosso foco é evitar que o paciente desloque para levar e trazer documentos, e que crie vínculo com a sua unidade de saúde, tendo um atendimento humanizado e ágil”, explicaram eles. Conforme eles, cabe destacar que “o preenchimento do prontuário eletrônico do paciente e os encaminhamentos eletrônicos, preenchendo as informações pontuais, reflete no alcance dos indicadores do Ministério da Saúde, em contrapartida, o Município é contemplado com o aumento no recebimento de recursos”. A Transformação Digital é coordenada pela Secretaria de Gestão e Governança, Gabinete de Transformação Digital, Comitê Permanente de Simplificação e Desburocratização, com o trabalho integrado de Secretários, Servidores e Diretoria de Tecnologia e Informação (DTI).

Comments


bottom of page