Tagete e alegria-de-jardim dão novo colorido ao pátio da URI





O amarelo da seleção brasileira, presente nas mudas de tagetes, e o vermelho de Natal, da alegria-de-jardim, estão colorindo os jardins da URI Erechim. Esta foi uma forma que a Universidade encontrou para marcar estes dois momentos neste final de ano.

A cor amarela está nas flores do gênero botânico Tagetes que, no Brasil, recebem, também, outras denominações, como cravo-amarelo, cravo-da-índia ou mesmo rosa-da-índia. São plantas da mesma família do girassol e que estão presentes na América do Sul e América do Norte.

Assim como em todas as plantas da família Asteraceae, aquilo que vemos e chamamos de flores, na verdade são inflorescências, ou seja, um conjunto de minúsculas flores agrupadas que recebem o nome de capítulo. Além do amarelo, o tagetes pode ter, ainda, as cores branca, laranja, marrom e até vermelha.

Já a alegria-de-jardim, espécie do gênero Salvia e pertencente à família Lamiaceae, está organizada em inflorescências do tipo espiga, esbanja uma forte cor vermelha e atrai também beija-flores e abelhas. É uma das plantas mais fáceis de cultivar e, por isso, muito usada na ornamentação de parques e praças públicas. Nas áreas externas da URI, está presente em grandes canteiros, proporcionando imagens de cor intensa. Locais, aliás, que recebem flores de acordo com a estação do ano.