top of page

Sino tocado! Inicia a 25ª Feira do Livro de Erechim – A Leitura nos Conecta!


Evento segue até o dia 5 de maio, na Praça Jayme Lago, denominada por Decreto de Praça do Livro neste período.


Uma manhã recheada de entusiasmo, cultura e celebração, marcou a abertura da 25ª Feira do Livro de Erechim – A Leitura nos Conecta! A primeira atração desta edição, foi a Banda de Música Erechim que com 25 integrantes que fez o espetáculo que antecedeu a Solenidade de Abertura.


Estiveram presentes, o prefeito de Erechim, Paulo Polis; o vice-prefeito, Flávio Tirello; o presidente da Câmara de Vereadores, vereador Jurandir Pezzenatto; o secretário de Cultura e Esporte, Marcelo Miorelli dos Santos; o secretário adjunto, Diogo Rossetto; a presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), Margarete Oldoni; a coordenadora-geral da Secretaria Executiva do Ministério da Cultura, Aline Natalie Krucinski Tortelli, além de representantes das empresas patrocinadoras Erva-mate Cristalina e PC Soluções Corporativas; e das entidades apoiadoras como Academia Erechinense de Letras (AEL); Sesc Erechim; Sesi; Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI; Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS; Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – UERGS; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – IFRS; Secretaria Municipal de Educação e 15ª Coordenadoria Regional de Educação. O evento é uma realização é da Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Esporte e conta com financiamento-parcial do Pró-Cultura RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Secretaria da Cultura.


Sino tocado!


Iniciando a solenidade, a frente do Palco Principal estavam a patrona e o homenageado da 25ª Feira do Livro de Erechim, Zeni Terezinha Bearzi e Giorgio Corradi, acompanhados da patrona da 24ª edição, Joemir Rosset. Após um discurso de agradecimento, Joemir passou a condução dos trabalhos para patrona desta edição, Zeni Terezinha Bearzi, que tocou o sino, que simboliza o início do evento oficialmente.


"Sinto-me honrada em juntamente com o homenageado, as instituições organizadoras, as patrocinadoras e as apoiadoras deste evento, receber a cada um nesta manhã de sábado para abertura de um dos maiores eventos culturais da nossa cidade, a 25ª Feira do Livro de Erechim", disse a patrona Zeni Bearzi. "Se conhecimento é poder, a leitura é fonte. Este evento busca ser o exemplo do que é estar conectado por um interesse em comum: livros, leitura e literatura. Estar conectado pela leitura é ingressar em mundos diversos", destacou.


O homenageado Giorgio Corradi falou que estava surpreso e emocionado pela distinção e leu um pequeno soneto que produziu para o momento.


Praça do Livro

 

Assim como no ano passado, através da proposta da presidente da Academia Erechinense de Letras, Helena Confortin, a Praça Prefeito Jayme Lago, recebeu um nome temporário, durante o período da realização do evento. O prefeito de Erechim, Paulo Polis, assinou simbolicamente o Decreto Nº 5.782, que a denomina de Praça do Livro.


"Quero agradecer a todos envolvidos nessa Feira do Livro e parabenizar o homenageado, a patrona e a ex-patrona, por emprestarem seu talento para Erechim. Nossa cidade tem oportunidades de trabalho, de infraestrutura, de educação, de saúde e não pode deixar a cultura fora disso. E a cultura tá vindo junto, nessa parceria incondicional em um momento que vamos completar 106 anos", destacou o prefeito Paulo Polis, dando as boas-vindas à todos presentes na Praça do Livro.


Evidência a formação de leitores


Além do prefeito Polis, outras autoridades discursaram, evidenciando a importância da realização do evento.


O secretário de Cultura e Esporte, Marcelo Miorelli dos Santos, agradeceu a equipe envolvida no evento e reforçou que o evento é um grande espetáculo cultural. "Nos conectamos através da arte, através da cultura em suas mais variadas formas de expressão. Nos conectamos através do livro, que historicamente nos resgatou e construiu nossa cultura", comentou.


A presidente da Academia Erechinense de Letras (AEL), Helena Confortin,  provocou a comunidade para transformar a Praça do Livro, efetivamente na Praça da Leitura. "Meu sonho é que essa Praça receba uma caracterização física e ganhe um espaço de leitura permanente para as famílias", frisou.


O presidente da Câmara de Vereadores, vereador Jurandir Pezzenatto, disse que a Feira do Livro tem propósito de dar uma semente para o futuro. "A primeira feira em 1977 também foi uma semente, dessa semente saíram muitas pessoas que hoje administram uma cidade, que tem um consultório medico, que tem uma empresa, que são pessoas que leram um livro lá atrás e fazem parte dessa construção", destacou.  


A 25ª Feira do Livro de Erechim segue até o dia 5 de maio. O funcionamento será das 14h às 20h durante a semana e das 10h às 20h nos fins de semana e feriado. Clique aqui e confira a programação completa.


Comments


bottom of page