Secretaria de Saúde de Erechim inicia mutirão para dar agilidade aos serviços


A Secretaria de Saúde, iniciou nesta segunda-feira (11), um mutirão para levantamento do número de pacientes que aguardam exames, cirurgias e consultas especializadas. A ação faz parte das metas da secretária de Saúde, Eclesan Palhão, para reorganizar as demandas da população por esses atendimentos. “Nesse primeiro momento, precisamos levantar todos números de demandas reprimidas, e agilizar esse entrave para suprir as necessidades da comunidade”, esclarece. No início da tarde desta segunda-feira, a secretária esteve reunida com a equipe envolvida no mutirão e o diretor executivo do Hospital Santa Terezinha, Rafael Ayub, para montar um plano de ação.

Na primeira semana, uma força tarefa levantou os números de consultas e exames que estão na fila de espera. O levantamento mostrou que há cerca de 7.800 pessoas aguardando consultas e exames em todas as áreas com uma demanda mais evidente como oftalmologista, neurologia, otorrinolaringologistas, cardiologistas, entre outras.

Mobilização para agilizar serviços

O mutirão inicia no mesmo dia em que a Prefeitura de Erechim adota turno único em repartições públicas, exceto saúde, coleta de lixo, varrição, segurança pública, zeladoria, serviços dos cemitérios, Abrigo Cidadão, Casa de Apoio em Porto Alegre, Conselho Tutelar e AGER. Para o prefeito de Erechim, Paulo Polis, esse é só um dos diversos exemplos de servidores que estão mobilizados para dar celeridade aos processos do Poder Executivo para população. “Temos o caso da saúde que não tem turno único com esse mutirão, e em outras secretarias que adotaram o turno único, onde parte dos profissionais atendem a população por seis horas e depois estão mobilizados para reestruturar os processos e organizar as demandas reprimidas”, destaca.