top of page

Secretaria de Saúde alerta sobre doenças relacionadas ao uso do tabaco

Tabagistas que desejam parar de fumar procuram a sua UBS de referência e através de uma avaliação clínica, poderão utilizar medicamentos para o tratamento do tabagismo

O Dia Mundial sem Tabaco – 31 de maio – foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo e conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro.

De acordo com a OMS, o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública. Estima-se que cerca de 200 mil pessoas morram no Brasil, por ano, em decorrência do fumo.

O cigarro é composto por inúmeras substâncias nocivas ao organismo, que podem desencadear vários problemas de saúde, destacando-se: infarto do miocárdio, enfisema pulmonar, derrame, câncer de pulmão, traqueia, laringe e brônquio, infertilidade, dentre outros.

O enfermeiro da Secretaria de Saúde, Rene Antonio Pedroso explica que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) trabalham com orientações durante os atendimentos dos profissionais, em grupos de saúde e através de visitas domiciliares de Agentes Comunitários de Saúde.

“O município aderiu ao Programa nacional de combate ao tabagismo onde os tabagistas que desejam parar de fumar procuram a sua UBS de referência e através de uma avaliação clínica, poderão utilizar medicamentos para o tratamento do tabagismo, como por exemplo, adesivos de nicotina, fornecidos pela UBS mediante participação do fumante em grupos de fumantes ou através de uma abordagem individual”, destaca Rene.

--

Комментарии


bottom of page