top of page

Secretaria de Assistência Social lança a ferramenta Erechim Sem Fronteiras



Na manhã desta segunda-feira (7), no Salão Nobre da Prefeitura de Erechim, a Secretaria de Assistência Social realizou o lançamento oficial da ferramenta “Erechim Sem Fronteiras”, voltada aos migrantes da Capital da Amizade, diretamente no site da Prefeitura. Estiveram presentes o prefeito e vice de Erechim, Paulo Polis e Flávio Tirello, a secretária de Assistência Social, Clarice Moraes, demais secretários de Governo, vereadores, equipes da Assitência e imprensa.


De acordo com a secretária de Assistência Social, Clarice Moraes que conduziu os trabalhos de apresentação da ferramenta, o Brasil, sendo um país diverso, sempre atraiu migrantes de várias partes do mundo em busca de oportunidades de emprego. “Nos últimos anos, Erechim tem se destacado como um destino significativo para migrantes, incluindo haitianos, venezuelanos, peruanos e argentinos. De acordo com dados do IBGE, atualmente a cidade concentra mais de três mil migrantes”, explica. Diante desse aumento no número de migrantes, foi reconhecida a necessidade de fornecer um serviço especializado para ampará-los de forma rápida e efetiva. “É nesse contexto que surgiu o "Erechim Sem Fronteiras", uma ferramenta criada para oferecer informações relevantes aos migrantes que chegam ao município ou que já se encontram nele. O objetivo é direcioná-los especificamente para suas necessidades de atendimento”, disse Clarice Moraes.


Tradução em três idiomas “A ferramenta disponível no site da Prefeitura de Erechim apresenta tradução para três idiomas (Espanhol, Inglês e Francês), o que facilita a compreensão, considerando que a barreira linguística ainda é um desafio significativo. Além disso, conta com o sistema do Google Maps, facilitando o deslocamento e capacitando o indivíduo a resolver suas dúvidas de forma prática e rápida”, explica a chefe de Gabinete da Assistência, Daniele Mareck. Outro recurso importante é o espaço destinado a documentos, permitindo que o migrante possa realizar autonomamente a regularização de seus documentos ou solicitar a primeira via para a legalização em território nacional. Para o prefeito de Erechim, Paulo Polis esse é mais um avanço que Erechim dá em relação aos migrantes que residem no município. “Com o Erechim Sem Fronteiras, buscamos promover a integração e o acolhimento desses migrantes, auxiliando-os a se adaptarem ao novo ambiente e garantindo o acesso a serviços essenciais de forma mais simplificada. A iniciativa representa um passo importante para lidar com os desafios e oportunidades que a diversidade cultural traz ao município de Erechim”, finaliza o prefeito Paulo Polis.

Comments


bottom of page