Sancionada Lei que torna a Incubadora Tecnológica mais atrativa

O prefeito Luiz Francisco Schmidt sancionou, recentemente, alteração legislativa que torna a Incubadora Tecnológica de Erechim mais acessível aos empreendedores de base tecnológica.


De acordo com o Chefe da Divisão das Cadeias Produtivas Locais, Diego Andretta, baseado no modelo praticado no município de Luzerna, estado de Santa Catarina, a Incubadora Tecnológica local ganhou outro viés a partir da promulgação da Lei Municipal 6.675.

A partir deste mês reduzem-se drasticamente os custos de manutenção e permanência no local. “Cria-se a modalidade de pré-incubação, onde bastará aos proponentes dispor de uma ideia inovadora”, pontua.

A partir daí o candidato terá o período de até dois anos para desenvolver um produto e ao evoluir para a etapa de incubação, iniciando a comercialização da solução desenvolvida, terá mais quatro anos para alavancar um modelo de negócio rentável.

“Com isso é possível reduzir consideravelmente o risco inerente ao negócio. A partir desta alteração na lei geral, a Incubadora Tecnológica ganha um viés de fomento ainda maior. É o município investindo nos jovens, fomentando a economia local e principalmente gerando oportunidades”, conclui Andretta.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA