Robótica do Marista Medianeira é classificada em Desafio de Robótica da Petrobras

Construir seu próprio conhecimento, utilizando recursos tecnológicos e a criatividade para resolver situações-problema é um dos pilares essenciais da Robótica Marista. No Colégio Marista Medianeira, 77 estudantes participam da Extraclasse de Robótica e se dividem em equipes para disputarem diversas competições em todo o país. Além do aprendizado em sala de aula, as crianças e jovens podem aplicar o conhecimento que adquirem em projetos que beneficiam a sociedade e que podem ser utilizados de forma prática. Este ano, a equipe Cavalo Vendado, composta por 7 estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, se inscreveu e foi selecionada para participar do Desafio de Robótica Petrobras/Robocup Brasil – Robôs Aéreos, um dos desafios da Competição Brasileira de Robótica 2019 e 2020, que busca estimular o estudo e o desenvolvimento de robôs voadores autônomos e inteligentes na inspeção e operação em faixas de dutos e instalações.

De acordo com o Instrutor de Robótica Educacional do Colégio, Necleto Pansera Jr., ser aprovado em uma competição como esta demonstra a capacidade e o envolvimento dos estudantes com o mundo das novas tecnologias desde cedo. “A grande parte das demais equipes selecionadas são oriundas de universidades e instituições de ensino superior. Uma competição de porte nacional acrescentará muito na formação integral dos nossos jovens, além do contato com estudantes mais experientes e de outras faixas etárias”.

Em um primeiro momento, a equipe do Marista Medianeira enviou à organização do evento uma carta de apresentação e um currículo de participação em eventos, festivais e competições, para comprovar a experiência na área da Robótica. Após, juntamente com mais 9 equipes de todo o Brasil, os nossos estudantes foram selecionados para seguirem adiante no desafio. A próxima etapa será construir e programar o robô aéreo para a competição em outubro, que acontecerá na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), em Rio Grande - RS.

Para o estudante Felipe Trentin, do 9° ano do Ensino Fundamental, que faz parte da equipe Cavalo Vendando, a oportunidade de participar do desafio é uma grande conquista. “Desenvolver o drone proposto pelo desafio me trará diversas experiências, pois estarei, junto com a minha equipe, entrando em contato com novas tecnologias, criando nossos próprios métodos e sistemas para completar as tarefas e desenvolvendo habilidades em diversas áreas do conhecimento. Com certeza, será uma experiência única que envolve muita responsabilidade e dedicação”, afirmou Felipe.



© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA