top of page

Presidida pelo vereador Pezzenatto, Mesa Diretora para 2024 toma posse em sessão solene



Vereadores Juares Bernardi, Wallace Soares e Sandra Picoli também fazem parte da nova direção da Câmara



A noite desta segunda-feira (18) foi marcada pela posse da nova Mesa Diretora, eleita para estar à frente da Câmara erechinense em 2024. Em sessão solene acompanhada por um grande público, foram empossados os vereadores Jurandir Pezzenatto (MDB) como presidente, Juares Bernardi (PSB) como vice-presidente, Wallace Soares (PSDB) como primeiro secretário, e Sandra Picoli (PCdoB) como segunda secretária. O prefeito Paulo Polis prestigiou a solenidade, bem como secretários e autoridades representando entidades e setores do município.


“Queremos deixar a marca do trabalho”


Em um discurso emocionado, o presidente de 2023, Serginho Bento (PT), se disse honrado por poder liderar a Câmara pela segunda vez (a primeira foi em 2014), e destacou o papel dos parlamentares na sociedade. “Um vereador não deve medir esforços para atender sua comunidade. Não sou de grandes discursos, mas de muito trabalho. Queremos deixar a marca do trabalho, da luta, sempre pensando nas pessoas que mais precisam”, destacou, ressaltando a parceria dos demais vereadores ao longo do ano, sobretudo no que diz respeito à economicidade com o dinheiro público. “Todos os vereadores, funcionários e estagiários desta Casa abraçaram a causa, e com as sobras orçamentárias pudemos investir em diversas ações para melhorarmos a vida das pessoas”, completou.


Trabalhar em ações em favor do bem comum


Em seu primeiro discurso como presidente, Pezzenatto valorizou o voto de confiança depositado pela comunidade erechinense em todos os 17 vereadores eleitos. “Nossa função é apreciar, ponderar, legislar e fiscalizar, mas também são muito importantes as ações em favor do bem comum. A responsabilidade que nos foi dada através das urnas é consequência de ideias que carregamos, de convicções que temos, de valores que transmitimos”, refletiu o vereador, que enfatizou a necessidade de plena união em benefício do município. “Não se trata de novatos ou veteranos. Agora não é mais ‘nós contra eles’, agora não é mais situação contra oposição. Nunca foi. Agora é a vez do meu grupo. O grupo de Vossas Excelências, o grupo de lideranças consolidadas e de novas lideranças. O grupo dos 17 vereadores”, concluiu.


コメント


bottom of page