top of page

Prefeitos da AMAU visitam a Sede Administrativa da Sicredi UniEstados


Eles conheceram a estrutura e o impacto gerado na região pelas ações da cooperativa



Prefeitos da Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU) visitaram, na manhã desta quinta-feira, 24, a Sede da Sicredi UniEstados, em Erechim. Eles conheceram a estrutura física, as diversas áreas administrativas da cooperativa e sua estrutura organizacional, o impacto gerado na região pelas suas ações e puderam visualizar como a cooperativa de crédito em parceria com os municípios e comunidade pode ir mais longe, gerando uma sociedade mais próspera e auxiliando no desenvolvimento dos municípios e, consequentemente, de toda a região.

A recepção aos gestores municipais foi feita pelo presidente da Sicredi UniEstados, Adelar Parmeggiani, e pelo diretor de Operações, Jaime Testolin. A visita iniciou na sala do presidente e seguiu por todos os andares da Sede Administrativa, onde cada gestor de área explicou as suas funções e atribuições.

NÚMEROS IMPRESSIONAM

Na Sala do Conselho de Administração, após um vídeo institucional, foram apresentados os números da cooperativa. Hoje a Sicredi UniEstados tem uma área de atuação de 73 municípios em três estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais, com 60 agências, mais de 142 mil associados e mais de 700 colaboradores. Seus números mostram a sua grandeza e impressionam: R$ 564 milhões em patrimônio líquido, R$ 4,1 bilhões em carteira de Crédito, R$ 4,1 bilhões em fontes e R$ 5,5 bilhões em ativos totais.

Antes de encerrar a apresentação, Parmeggiani mostrou uma planilha com dados dos 16 municípios da Amau de sua área de abrangência, com o orçamento de cada município, os gastos em mídia, patrocínios, Fundo Social, carteira de crédito e o total de investimentos da Sicredi UniEstados em cada localidade. Conforme os números, o total de investimentos nestes municípios chega a R$ 2,1 bilhões.

Os prefeitos também conheceram as obras da Agência Santo Dal Bosco que está em construção no bairro onde nasceu a Sicredi UniEstados. Uma estrutura que o presidente Adelar Parmeggiani já colocou à disposição dos municípios, assim como informou que uma grande área de lazer poderá ser usufruída por toda a comunidade.

PARCERIA SICREDI E AMAU

A AMAU e a Sicredi UniEstados mantêm uma parceria que não é recente, assim como com cada um dos municípios de sua área de abrangência, mas que se fortaleceu nos últimos anos, especialmente durante a pandemia, quando apoiou a doação de respiradores para o Hospital Santa Terezinha e outros materiais como EPIs para os profissionais, além de dispensers de álcool gel para as UBSs dos municípios da AMAU. A mais forte parceria aconteceu há poucos dias, com a doação de recursos financeiros, juntamente com outras cooperativas Sicredi e Alfa, para a aquisição da Touca Inglesa para ser utilizada por mulheres que passam por quimioterapia para tratamento de câncer. A doação foi de R$ 85 mil, que complementou o aporte de capital dos municípios para a compra do equipamento.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

À tarde, o colegiado de prefeitos participou da Assembleia Geral Ordinária, na sede da AMAU, sob a presidência do prefeito de Getúlio Vargas, Mauricio Soligo. Entre os temas abordados estavam a questão do e-Social para o setor público e as perdas na receita de ICMS nos integrados, tema abordado pelo assessor jurídico, Marcos Gritti, que informou a todos que a Famurs já protocolou no Congresso Nacional um projeto de lei para disciplinar a cobrança do imposto somente na saída e não entrada, assim como está negociando com o Estado a permanência no modelo atual até a aprovação da nova legislação.

A questão do e-Social foi explanado pelo contador Daniel Imlau, que deu dicas para os prefeitos como procederem e se adequarem, informando que a partir do dia 1º de janeiro de 2023, todas as informações de segurança e medicina do trabalho deverão ser comunicadas em 24h por meio da plataforma. “O e-Social vem trazer as informações dos trabalhadores, das pessoas físicas e da vida do trabalhador em um único local”, explicou. Segundo ele, as empresas privadas já estão no sistema há cerca de oito anos e agora chegou a vez dos municípios.

A professora Saionara Salomoni, da UERGS, participou da AGO, fazendo uma breve explanação do curso de pós-graduação de Conservação Ambiental e Turismo Rural para os servidores e empreendedores de turismo rural dos municípios.


Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page