Paparico Bacchi reivindica pagamento ao Hospital Santa Terezinha

Líder da bancada do Partido Liberal apresentou pedido em audiência com o governador Eduardo leite




O deputado Paparico Bacchi reivindica o pagamento imediato de aproximadamente R$ 2,3 milhões para a Fundação Hospitalar Santa Terezinha. A demanda foi apresentada em recente audiência do líder da bancada do Partido Liberal na Assembleia Legislativa com o governador Eduardo Leite. No encontro que ocorreu no Piratini o líder da bancada do Partido Liberal reforçou a necessidade de liberação do faturamento da produção excedente aos limites do contrato com o Estado; pagamento do saldo devedor referente aos serviços da alta complexidade prestados e aprovados no mês de março; repasse de R$ 1,4 milhão destinados ao custeio de dez leitos de tratamento intensivo, além da liberação, sem restrições, de R$ 2,1 milhões de emendas parlamentares



Repactuação urgente


A repactuação urgente do contrato que estabelece as diretrizes para o atendimento aos usuários do Serviço Único de Saúde, também foi solicitado ao governador. Paparico Bacchi reiterou a Eduardo Leite a necessidade do Estado rever os valores contratados pelo Estado com o hospital referência em saúde para aproximadamente 600 mil pessoas das regiões do Alto Uruguai, Médio Alto Uruguai e Nordeste do Rio Grande do Sul.



“O contrato atual de aproximadamente R$ 5 milhões, é insuficiente para cobrir os custos do atendimento e venceu no mês de março e está prorrogado até o mês de setembro. A estimativa para a remuneração justa prevê a necessidade de um novo contrato com valores a R$ 8 milhões”, ressalta o deputado Paparico Bacchi. O parlamentar reiterou ao governador que o pagamento dos valores pendentes e a repactuação do contrato são demandas urgentes que precisam de solução para fortalecer a saúde pública na região Norte do Rio Grande do Sul.


Tratamento igualitário


No diálogo com o governador o deputado Paparico Bacchi defendeu ainda, tratamento igualitário na distribuição de recursos para os hospitais gaúchos. O parlamentou recordou o recente repasse de R$ 224 milhões do Ministério da Saúde, que beneficiou 235 hospitais filantrópicos do Estado e defendeu a criação de mecanismo legais para também contemplar os hospitais públicos.



“Os hospitais públicos, assim como o Santa Terezinha de Erechim, desempenham papel estratégico no Sistema Único de Saúde. Sou favorável aos valores destinados aos hospitais filantrópicos, que também são indispensáveis em muitas comunidades. Desta forma, é preciso seguir a mesma lógica quando o assunto é repasses para fortalecer o atendimento nestas instituições de saúde”, finaliza Paparico Bacchi.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA