Nota do Bispo Diocesano de Erexim



Esforço renovado em favor da vida e da convivência fraterna


“Antes de tudo, mantende entre vós uma ardente caridade”(1 Pd 4,8)

Os momentos de crise exigem união de todos, criatividade inventiva e renúncias para superá-los.

A Igreja sempre busca unir esforços com todos os segmentos da sociedade para respostas adequadas aos desafios emergentes em qualquer situação.

A pandemia do novo Coronavírus que se prolonga há mais de ano põe a descoberto nossas fragilidades – ansiedade, insegurança, cansaço, o acirramento de polarizações que inviabiliza o diálogo e a convivência harmônica. Ela agrava problemas já existentes, desemprego, miséria, fome e outros. Ela deixa sequelas em grande parte das pessoas infectadas e nos tirou mais de 500.000 cidadãos e cidadãs no Brasil, mais de 400 deles em nossa região.

Manifestamos nossa solidariedade a todos com uma palavra de conforto, com o silêncio respeitoso pelas mortes, a prece confiante da fé e a profunda esperança de que juntos alcançaremos dias melhores. Papa Francisco, naquela memorável bênção à cidade de Roma e ao mundo, em 27 de março do ano passado, ressaltou que Deus caminha sempre conosco.

Expressamos também nossa admiração e reconhecimento pelos inúmeros e edificantes gestos de solidariedade em favor dos necessitados, bem como o heroísmo e a dedicação dos profissionais e servidores da saúde neste tempo.

Enfatizamos a necessidade de cultivarmos sempre mais os valores humanos fundamentais que são também os do Evangelho, como o amor, o perdão, o respeito mútuo, a compaixão, a comunhão fraterna, independentemente de qualquer diferença de raça, de cor, de credo, de condição social, de opções políticas e partidárias, de visão da realidade.

Conclamamos a cada um e a cada uma a superar eventuais mágoas e ressentimentos, a corrigir o que tenha ferido a convivência fraterna, a veicular, nas redes sociais, apenas mensagens que favoreçam a concórdia e a prosseguirmos na caminhada comum de promoção da saúde e na defesa da vida e vida em abundância para todos desde a concepção até seu fim natural.

Acompanhem-nos a Santa Mãe de Deus, Nossa Senhora de Fátima, consolo dos aflitos, saúde dos enfermos e esperança nossa e São José, padroeiro de nossa Diocese, homem justo, a quem Deus confiou a guarda de seu Filho Jesus Cristo!


Erechim, 21 de junho de 2021.



Dom Adimir Antonio Mazali

Bispo Diocesano