Municipários fazem protesto em Erechim



A manhã desta quarta-feira (11) foi marcada por um protesto dos servidores públicos municipais. A mobilização foi realizada em frente a Prefeitura de Erechim, comandada pelo Sindicato dos Municipários (Sime). A motivação, segundo os participantes, é o atraso no pagamento do auxílio-transporte, que foi aprovado na primeira sessão legislativa deste ano na Câmara de Vereadores.

Há dois meses os servidores não recebem o pagamento. Segundo o presidente do Sime, Vianei Müller, além da reivindicação do auxílio, a categoria pede a manutenção da lei em questão.

Entretanto, segundo o prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt, o impasse se dá porque o projeto aprovado prevê o pagamento em dinheiro aos servidores, o que foi apontado como algo passível de improbidade por se tratar de um ano eleitoral. Sendo assim, um novo projeto foi encaminhado à Câmara de Vereadores, visando voltar ao formato antigo de repasse do auxílio, por meio de cartão magnético. Este novo projeto, que revoga o primeiro, ainda não entrou na pauta de discussão dos parlamentares erechinenses.

O protesto desta quarta-feira reuniu centena de servidores, que foram ouvidos pelo chefe do Executivo Municipal. Schmidt garantiu que até a próxima semana deve ser feito os pagamentos atrasados. Após a promessa do prefeito, os servidores voltaram a discutir sobre a mobilização e definiram, coletivamente, que aguardarão o prazo determinado por Schmidt. Caso não seja cumprido, os servidores não descartam a possibilidade de uma greve.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA