top of page

Municípios do Alto Uruguai mobilizados em defesa do SUAS



Nesta quarta-feira, 8, os municípios da AMAU, representados pelos secretários e secretárias municipais de Assistência Social, trabalhadores sociais dos CRAS, CREAS e demais equipamentos da rede socioassistencial dos municípios, vereadores, gestores de outras políticas públicas, conselheiros de Assistência Social, conselheiros tutelares, entre outros apoiadores, participaram do Dia de Mobilização em Defesa do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), na Praça da Bandeira em Erechim


A mobilização foi organizada pelos municípios da região, articulados pelo Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social – COEGEMAS/RS e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul – FAMURS, tendo como objetivo mobilizar todos os municípios gaúchos, reivindicando a aprovação da PEC 383/2017 que vincula no mínimo 1% da receita líquida do orçamento federal para o financiamento dos serviços, programas e projetos do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, o que irá garantir recursos para investir no atendimento de crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência e famílias em situação de desproteção social pelos equipamentos da política de Assistência Social.


A presidente do COEGEMAS AMAU, Joice Baldissera ressaltou que “precisamos aprovar essa PEC, pois nos últimos anos os municípios gaúchos custeiam 90% do orçamento com assistência social”.


A vereadora Sandra Picoli, representando o Legislativo erechinense sugeriu que todas as Câmaras de Vereadores, além de apresentar moções de apoio a PEC, que façam movimentos juntos as bancadas de seus representantes na Câmara Federal: “A Assistência Social é fundamental, não só para garantir os direitos fundamentais, mas ela salva vidas de pessoas vulneráveis na sociedade”.


O prefeito de Erechim, Paulo Polis, que representou a AMAU, afirmou que “ O SUAS representa um dos três pilares fundamentais, juntamente com a educação e a saúde. E no pós-pandemia ficou muito mais visível a importância de fortalecer a assistência social nos municípios. Só que não vem recursos suficientes para manter a estrutura de atendimento. Precisamos que essa PEC seja aprovada”, finalizou.


Comentarios


bottom of page