top of page

Mais de 2,5 milhões dos investimentos da Alimentação Escolar serão na Agricultura Familiar neste ano


Previsão reforça a importância da Segurança Alimentar e Nutricional nas Escolas Municipais.

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é um eixo fundamental para a garantia da Segurança Alimentar e Nutricional dos estudantes. Por isso, a equipe de nutricionistas da Coordenação de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação de Erechim, visando manter a qualidade e segurança do alimento ofertado, além de estreitar os vínculos, esteve em visita técnica aos agricultores associados à Cooperativa Central de Comercialização da Agricultura Familiar de Economia Solidária (Cecafes). A previsão é que sejam ampliados para mais de de 2,5 milhões dos investimentos da Alimentação Escolar na Agricultura Familiar no ano de 2024. As visitas ocorrem sistematicamente e se estenderão aos agricultores das demais Cooperativas vinculadas ao fornecimento de gêneros à Alimentação Escolar no Município.


A agricultora Magda Pagnonceli tem fornecido ao município a bergamota. “Agradecemos e destacamos a importância da visita das nutricionistas na casa de nós agricultores e assim, observarem a realidade dos mesmos”, ela destaca que enquanto pequenos agricultores, eles estão muito felizes, pois é uma oportunidade de mostrar a rotina do trabalho deles, que é difícil, mas realizado com muita dedicação e amor. “Sabemos da importância de entregar um alimento de qualidade que será servido pelas merendeiras para crianças e adolescentes, e que para alguns, pode ser a única refeição balanceada com os nutrientes necessários do dia”, comenta.


O representante da Cooperativa Cecafes, Sidnei Carlos Dalponte também falou da importância desse contato. “No dia 25 recebemos a visita da equipe de nutrição da Prefeitura de Erechim e foi um dia muito gratificante para estreitar o caminho entre o cooperado que é produtor e fornecedor de alimentos e as nutricionistas que desenvolvem os cardápios na alimentação das Escolas Públicas Municipais”, salienta. O representante destaca também que os agricultores abriram as portas das suas propriedades para repassar os métodos utilizados para o cultivo dos alimentos, em que elas conheceram o cultivo de várias culturas, como o manejo da produção de alimentos mais saudáveis e orgânicos. “A participação e a integração da Cooperativa e seus Associados e as Profissionais de Nutrição, demonstram os propósitos de se trabalhar para produzir alimentos de forma sustentável e solidária”, finaliza.


As nutricionistas da Secretaria de Educação, acompanhadas pelo Engenheiro Agrônomo Fredy Magrini realizaram visita aos produtores rurais da agricultura familiar e observaram o empenho diário para o cultivo de um alimento de qualidade e também, a complexidade na produção de alimentos orgânicos. “A aquisição de gêneros alimentícios para as Escolas fomenta a agricultura familiar e de certa forma, incentiva a permanência das famílias no campo. Assim, a alimentação escolar é disponibilizada com maior aporte nutricional, sendo priorizadas refeições completas e diversificadas. Uma prática alimentar saudável cria um comportamento para uma melhor qualidade de vida”, concluí a equipe.


--

Comments


bottom of page