Maio Laranja: combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes



O dia 18 de maio é marcado como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil no Brasil, por isso da campanha de conscientização Maio Laranja, que relembra esse tema durante todo mês. A campanha é realizada pelo Comitê Nacional de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e ECPAT Brasil, em parceria com a SNDCA, o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Polícia Rodoviária Federal e ChildHood. Nesse período, Municípios, Estados e Distrito Federal realizam ações com o intuito de convocar a sociedade a assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema decorrente da violência sexual praticado contra crianças e adolescentes.

Conforme o Governo Federal, a cada hora três crianças são abusadas no Brasil. Cerca de 51% tem entre 1 a 5 anos de idade. Todos os anos, 500 mil crianças e adolescentes são explorados sexualmente no nosso país e há dados que sugerem que somente 7,5% dos dados cheguem a ser denunciados às autoridades, ou seja, estes números na verdade são muito maiores.

Neste mês, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e o Conselho Tutelar de Erechim realizam diversas atividades de conscientização.

“Para debater qualquer problema é necessário conhece-lo, por isso, vamos focar os esforços neste mês, em comunidades que tivemos casos recentes aqui em Erechim”, explica a coordenadora do Conselho Tutelar de Erechim, Gilseia Terribile.

Programação

Dias 16 e 17

A rede realizará atividades em seus espaços físicos e/ou decoração de seus espaços com o tema "Maio Laranja", sendo elas: APAE, Aquarela Pró-Autista, ASSAMI, CECRIS, CRAS I – Progresso, CRAS II – Linho, CRAS III – Presidente Vargas, CREAS, 15ª Coordenadoria Regional de Educação, Conselho Tutelar, Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Hospital de Caridade, Lar da Criança, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Saúde (CAPS II)

Dia 18/05

Local: Câmara de Vereadores, às 14h

Palestra "Como combater o abuso e a exploração sexual de meninos e meninas?"

Palestrantes: Reginaldo Tonon – Policial Rodoviário Federal, apresentação do Programa de Mãos Dadas e Projeto Mapear (Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Brasil) e Dra. Elisabeth Wartchow – Médica de Família e Comunidade da Gerência de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição/POA Grupo Hospitar Conceição (Os sinais para identificação do abuso sexual, as sequelas que vitimizam crianças e adolescentes e apresentação de casos atendidos).

Apresentação Cultural Grupo Vocal e Instrumental do CECRIS

Dia 20

Concentração na Praça da Bandeira pelo Fim da Violência contra Crianças e Adolescentes, às 14h

A secretária adjunta de Assistência Social, Cristiane Rodrigues destacou a união de todos setores da secretaria com essa campanha. “A luta é de todos nós contra o abuso e a exploração de nossas crianças e adolescentes. São nosso futuro, que devemos proteger e cuidar”, finaliza.

O Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é crime! Em caso de denúncias, disque 100.

A data escolhida

A data que marca a campanha foi escolhida para a mobilização em decorrência de um crime bárbaro ocorrido em Vitória/ES, nos idos de 1973, onde uma criança de apenas 8 anos de idade chamada Araceli foi barbaramente violentada sexualmente e morta posteriormente, tendo todos os seus direitos humanos violados.