top of page

Infraestrutura do Condomínio Industrial deve ser licitada até fim do ano

Mais um grande projeto da Prefeitura de Erechim que vai disponibilizar 30 terremos, de até 2 mil metros quadrados, para instalação de micro e pequenas empresas. Previsão de investimentos da prefeitura de R$ 16 milhões e do setor privado R$ 80 milhões

Dois meses depois de inaugurar o Distrito Industrial Giácomo Madalozzo, localizado no Bairro Industrial Davide Zorzi, a Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, já está trabalhando em um novo projeto: o Condomínio Industrial. O vice-prefeito de Erechim, Flavio Tirello, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Emerson Schelski, visitaram, em Passo Fundo, na manhã desta quinta-feira (22), a empresa que ganhou a licitação para elaborar o projeto do novo Condomínio Industrial. Além disso, eles fizeram uma visita técnica à superintendência regional do DNIT. “A empresa se prontificou a entregar ao município, até dezembro, projeto arquitetônico, urbanístico e paisagístico do novo Condomínio Industrial, para então, o Poder Público licitar as obras de infraestrutura do novo empreendimento empresarial, que vai disponibilizar 30 lotes para micro e pequenas empresas”, comenta o secretário, Emerson Schelski. Segundo o secretário, Emerson Schelski, na superintendência do DNIT, eles falaram sobre o trevo de acesso ao novo Condomínio Industrial, que fica em frente ao Distrito Industrial Giácomo Madalozzo, localizado no Bairro Industrial Davide Zorzi e, também, às margens da BR 153. “Este trevo será útil tanto para o condomínio quanto o distrito industrial, para organizar os acessos aos empreendimentos industriais e trazer segurança aos motoristas”, explica. O vice-prefeito, Flavio Tirello, explica que o Condomínio Industrial faz parte do maior plano de investimentos da história de Erechim, em parceria com a iniciativa privada, o Investe + Erechim. “Vamos investir em torno de R$ 16 milhões em infraestrutura para instalação de micro e pequenas empresas, com lotes de até 2 mil metros quadrados. A expectativa é gerar um investimento privado estimado em R$ 80 milhões”, afirma o vice-prefeito.



Comments


bottom of page