top of page

Humanização hospitalar: HCE utiliza roupas lúdicas para tranquilizar crianças em cirurgias







A ansiedade antes de uma cirurgia é comum e compreensível, especialmente para aquelas pessoas que nunca tiveram experiências anteriores com procedimentos cirúrgicos ou internações. Para as crianças o ambiente hospitalar pode ser ainda mais intimidador e os sentimentos de medo e ansiedade mais intensos, já que, na maioria das vezes, elas têm dificuldade em expressar suas preocupações.

Foi pensando em tornar o ambiente mais acolhedor e humanizado e o evento cirúrgico menos traumático, que a equipe do Centro Cirúrgico do Hospital de Caridade de Erechim implementou uma estratégia para tranquilizar as crianças: o uso de roupas lúdicas com estampas de personagens infantis. Toda a equipe, incluindo o acompanhante da criança, veste as roupas, criando uma atmosfera mais amigável para os pequenos pacientes.



Além das roupas, as crianças são recepcionadas com brincadeiras, bolhas de sabão e brinquedos, fazendo com que se sintam mais confortáveis e distraídas desde antes do procedimento, até a sala de recuperação pós cirúrgica. A abordagem tem se mostrado muito eficaz, tornando a experiência menos traumática para elas e suas famílias.

Segundo a Enfermeira Coordenadora do Serviço de Cirurgias, Magda Rampazzo, a ideia surgiu após observar que as crianças ficavam ansiosas e agitadas antes dos procedimentos. "Percebemos que, ao usar roupas lúdicas e trazer um pouco de diversão e brincadeiras desde o momento do acolhimento, conseguimos tornar o momento mais agradável e sereno, além de tranquilizarmos a família, que fica mais confiante e segura no processo", explica Magda.


Compromisso com a humanização

A Psicóloga Clínica hospitalar e integrante da Comissão de Humanização, Carina Balvedi, destaca que a utilização de abordagens humanizadas faz uma grande diferença na vida das crianças. “Ao proporcionar um ambiente acolhedor e amigável ajudamos a reduzir a ansiedade em relação ao procedimento em si, mas também oferecemos um reforço positivo de que o cuidado médico é importante, possibilitando uma visão mais confiante em relação à saúde e ao autocuidado”, salienta Carina.

Com essa iniciativa, o Hospital de Caridade de Erechim reforça seu compromisso em oferecer um atendimento humanizado e de qualidade para seus pacientes. “Além disso, a humanização hospitalar é lei no Brasil e, ao adotar condutas humanizadas, estamos cumprindo nosso dever ético e moral de oferecer cuidados de saúde de qualidade para todas as pessoas”, reforça a Psicóloga.





Comentarios


bottom of page