top of page

Governo do Estado amplia valor do Plano de Investimentos em Rodovias 2023 para R$ 796 milhões


Leite destacou que uma parte dos novos recursos será usada para acelerar a entrega de obras já em andamento - Foto: Maurício Tonetto/Secom

O governador Eduardo Leite, acompanhado pelo secretário de Logística e Transporte (Selt), Juvir Costella, anunciou, na manhã desta quarta-feira (11/10), um aumento de R$ 540 milhões no Plano de Investimentos em Rodovias 2023. Com esse novo aporte de recursos, o governo do Estado ampliou em 210% o valor de R$ 256 milhões previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA), atingindo um total de R$ 796 milhões que serão investidos na infraestrutura viária do Rio Grande do Sul apenas em 2023. Os valores adicionais serão destinados a projetos estratégicos. Em parte, serão utilizados para acelerar as obras já em andamento, garantindo que elas sejam concluídas de forma eficiente e dentro do cronograma. Também serão aplicados na construção de novos acessos municipais, uma iniciativa que promove a conectividade entre as diferentes áreas do Estado, facilitando o transporte e fomentando o desenvolvimento regional. “Nós identificamos, com apoio do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer-RS) e da Selt, obras em andamento que poderiam ter seu cronograma acelerado. A decisão foi tomada após ser verificado que existia a condição de que as obras analisadas fossem realizadas de modo mais ágil. Então nós liberamos recursos extraordinários para esses locais para que possamos fazer a entrega em um prazo menor que o previsto”, explicou Leite. Serão executados 36 projetos de acessos municipais em todas as nove regiões funcionais do Estado, 30 ligações regionais e 168 obras de conservação ou recuperação. Os recursos anunciados se somam ao investimento anterior de mais de R$ 1,7 bilhão no biênio 2021-2022, totalizando R$ 2,5 bilhões destinados à melhoria da infraestrutura viária.


Com esse novo aporte de recursos, o Estado ampliou em 210% o valor de R$ 256 milhões previsto na Lei Orçamentária Anual - Foto: Maurício Tonetto/Secom




O titular da Selt, Juvir Costella, disse que, em termos médios anuais, o valor é cinco vezes superior ao que foi observado nos dez anos anteriores. “O Daer tinha como meta investir R$ 150 milhões por ano. E agora, em 2023, nós estamos chegando a quase R$ 800 milhões anual, quase cinco vezes mais do que em períodos anteriores. Então, a repercussão na ponta é muito grande, com novos acessos, recuperação de rodovias e ligações regionais. Hoje nós temos poder de investimento com um dinheiro que está no caixa do Estado, sem necessidade financiamento”, detalhou. Os investimentos constantes em melhorias no estado têm dado resultados. Conforme o Ranking de Competitividade dos Estados, o Rio Grande do Sul saiu da 16ª posição no quesito Qualidade das Estradas, na edição de 2022, para a 7ª posição no relatório atual, lançado este ano. Para a recuperação de rodovias pavimentadas, o governo alocou um montante adicional de R$ 150 milhões, dos quais R$ 60 milhões serão direcionados exclusivamente para áreas impactadas pelas chuvas. Considerando o novo valor dos investimentos anunciado hoje, R$ 190 milhões já foram desembolsados em julho, enquanto o restante será pago ao longo do mês de outubro. Ainda durante a solenidade de anúncio, foram assinadas outras três ordens de início de obras para projetos de acessos municipais em Cerro Grande do Sul (RF 1), Amaral Ferrador (RF 5), e Garruchos (RF 7).


Comments


bottom of page