Feira do Livro de Erechim encerra em clima de otimismo

Prestigiada por autoridades, representantes de entidades, parceiros e público em geral, a solenidade de encerramento da Feira do Livro de Erechim aconteceu na noite deste domingo (10). E os seis dias que tiveram como sede de uma grande diversidade de atividades para todas as idades e segmentos de público, tiveram saldo positivo.

Ao se pronunciar o Prefeito Schmidt agradeceu o empenho de todos os envolvidos na organização desta 21ª edição e destacou que “O sucesso de um evento não é avaliado somente pelo número de pessoas que participam, mas pela intensidade com que toca nossos corações”. Na oportunidade também colocou que, embasado na aprovação geral, a sede da antiga EMA na Av. 7 de Setembro no próximo ano será novamente o local da Feira. Carlos Lemos, Secretário-adjunto de Cultura de Erechim ao agradecer os que prestigiaram e externar sua satisfação com a repercussão desta Feira, apresentou a todos a equipe responsável pelo trabalho.

O patrono José Adelar Ody disse ter sido esta “uma experiência única na minha vida”, momento em que observou a constante presença das crianças e de famílias inteiras nos dias do evento.  Pe. Antoninho Valentini Neto, o homenageado deste ano, chamou a todos para preservar livros e revistas como forma de preservar documentos para outras gerações. “Por mais que se digitalizem as palavras, não nos desfaçamos das belas obras escritas, vale a pena guardar história”, disse.

Representando o poder Legislativo, a vereadora Eny Scandolara parabenizou os pais que incentivam os filhos a ler: “essa participação que vimos aqui é muito importante, nos dá a certeza de que teremos um futuro melhor”. Lúcia Balvedi Pagliosa, em nome da Academia Erechinense de Letras (AEL) agradeceu a participação do público, dos expositores e o apoio do poder público que “nos proporcionaram dias de um grande incentivo à cultura”.




© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA