Estiagem causa perdas na produção de soja do Alto Uruguai

Produtividade média na cultura é de 2.443 quilos por hectare, que reflete perdas de 36% em relação à estimativa inicial



A falta de chuvas segue trazendo angústias ao campo, principalmente para a produção da soja, que na região de Erechim, está com 60% das lavouras colhidas, segundo o último informativo conjuntural da Emater, divulgado ontem. Conforme o levantamento, 40% das plantações de soja do Alto Uruguai estão nas fases de enchimento de grãos e maturação. O volume das precipitações na semana variou entre 17 e 57 milímetros.


Apesar de essas chuvas terem aliviado parcialmente o impacto da estiagem, a Emater alerta que há sérios problemas de falta de água nos estabelecimentos. Já nos rios e córregos há pouca ou quase nenhuma vazão. Com isso, as perdas nas lavouras de soja aumentam conforme a colheita avança. A produtividade média é de 2.443 quilos por hectare, que reflete perdas de 36% em relação à estimativa inicial. Quanto ao milho, a Emater afirma que 95% da área plantada já foi colhida. O restante do milho na região está na fase de maturação e o rendimento médio é de 7.473 quilos por hectare.

Por: Najaska Martins

Foto: EBC

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA