Escolas municipais de Erechim retornam às aulas 100% presenciais

Retomada das aulas 100% presenciais ocorre a partir de segunda-feira, com base em novo decreto do governo estadual


Na próxima segunda-feira (16) as Escolas Públicas Municipais e as instituições particulares nas quais a Secretaria de Educação compra vagas retornam o atendimento 100% presencial. Esse retorno se dá a partir da publicação do novo Decreto Estadual N° 56.025 de 09/08/2021 e do novo Decreto Municipal N° 5.300 que dispõe das medidas para o enfrentamento, prevenção e mitigação da emergência da saúde pública decorrente da Covid-19 para o retorna às aulas presenciais.

Com a publicação do novo distanciamento, as Unidades Escolares conseguem atender a todas as crianças/estudantes de forma presencial, sem escalonar as turmas em semanas ou turnos, conforme estava sendo realizado.

O atendimento de forma presencial vai exigir a continuidade de todos os protocolos de saúde já existentes. As Escolas nessa semana estão atualizando os Planos de Contingência que serão submetidos a aprovação do COE Municipal. O novo Decreto prevê o distanciamento de um metro em ambientes fechados, desde que seja mantida a ventilação natural cruzada e que se mantenha o uso obrigatório de máscara de proteção nos níveis indicados segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os Professores Municipais e os das Escolas Privadas, bem como todos os profissionais que atuam nas Escolas, inclusive os transportadores escolares já dispõe de vacinação, o que contribui na segurança do ambiente escolar.

“O retorno às aulas presenciais para todos é fundamental! Temos conhecimento das lacunas que as crianças/estudantes tiveram ficando esse período afastados das escolas. Vamos manter todos os cuidados de higienização e controlar qualquer sintoma para que as famílias sintam-se seguras em enviar seus filhos para a escola”, pontua a secretária de Educação, Verenice Lipsch.

As famílias que ainda quiserem manter seus filhos em casa terão que comunicar a escola e estes serão atendidos de forma remota, retirando as atividades, mas a forma de atendimento escalonado e/ou apenas um turno nas escolas que atendem em turno integral não vai mais ocorrer.