Escola Copas Verdes desenvolve atividade de Educação Fiscal com tema Junino


A EMEI Copas Verdes desenvolveu neste mês, uma atividade de Educação Fiscal com tema das Festividades Juninas. Através do teatro “A colheita de Seu João e Dona Chica”, toda escola foi envolvida, como funcionárias, professoras e principalmente as crianças.

“É um momento em que foi possível muita exploração e despertar de curiosidade. Podemos trazer para nossas crianças a origem da comemoração Junina e a importância da vida na roça, além da exploração de objetos antigos, reflexões sobre a lida no campo e o cuidado com os animais e a plantação. Também aproveitamos para incluir nessa atividade, as questões do Programa de Educação Fiscal”, explica a diretora da escola, Mírian Poletto.

O teatro recebeu o auxílio dos estudantes que estavam na plateia, que foram dando suas dicas e possibilidades para o desenrolar do enredo e a solução dos problemas. Além disso, a equipe aproveitou para estimular as crianças, a importância de pedir a nota fiscal na compra das sementes na agropecuária para realizar o plantio, o que foi abordado no teatro e posteriormente na “Feira do Seu João”. Os produtos da roça foram para a cidade e chegaram até as crianças da escola.

As crianças foram convidadas pelo Seu João e Dona Chica para fazerem também a sua festa em comemoração à colheita, assim pesquisaram com as cozinheiras da escola receitas típicas da culinária Junina e fizeram uma lista de compras dos ingredientes necessários. Eles também receberam dinheiro (de faz de conta) e foram até a feira realizar compras.

“Foi um momento de muita exploração, descobertas, resolução de desafios e estratégias. Eles pesaram, contaram, levantaram suas hipóteses, experimentaram e por fim, receberam sua nota fiscal conforme Seu João e Dona Chica ensinaram no teatro, da necessidade e importância para o desenvolvimento da cidade”, destaca a coordenadora Pedagógica, Lucimara Welke Sarginski.

Depois das compras, as crianças entregaram os produtos à cozinheira da escola e acompanharam a ela fazer o lanche. A atividade foi filmada e encaminhada para os estudantes que estavam com atividades não presenciais.

A coordenadora da Educação Infantil, Andressa Confortin, lembrou da parceria fundamental entre as secretarias de Educação e da Fazenda para o desenvolvimento dos hábitos fiscais. “A escola é o espaço ideal para desenvolver hábitos cidadãos e de pedir nota fiscal. Esse é um projeto que abrange todas escolas do Sistema Municipal de Ensino”, finaliza.