Erechim manterá protocolos de bandeira vermelha para próxima semana

Visando conter o avanço da pandemia, outras medidas como cancelamento de cirurgias eletivas no Hospital Santa Terezinha foram anunciadas em coletiva de imprensa realizada nessa sexta-feira à tarde






Diante do atual cenário de agravamento da pandemia e da situação complicada de municípios vizinhos que podem impactar ainda mais o contexto local, a Prefeitura de Erechim decidiu manter para a próxima semana os protocolos de bandeira vermelha, definidos no Distanciamento Controlado. Em coletiva de imprensa realizada nessa sexta-feira, representantes de hospitais e dos órgãos que fazem o controle das estatísticas da pandemia na região voltaram a alertar para a necessidade de a população reforçar os cuidados de prevenção visando conter a propagação do vírus.

Além dos protocolos mais restritivos previstos na bandeira vermelha, algumas medidas nos hospitais também devem ser tomadas. No Santa Terezinha, por exemplo, cirurgias eletivas de grande porte serão canceladas a partir da próxima semana. Também serão adotadas medidas para restringir a circulação de pessoas na casa de saúde. O retorno das cirurgias deve ocorrer em cerca de duas semanas, dependendo do cenário pandêmico.

Atualmente o hospital Santa Terezinha está com 10 leitos de UTI Covid ocupados com pacientes intubados e, apesar de ter cadastrados outros 5 leitos, não há como ativá-los tendo em vista a falta de médicos intensivistas para atuação. Foi chamado a atenção para o fato de que pacientes internados e intubados por Covid19 têm um período extenso de internação


No Hospital de Caridade a capacidade instalada é de 8 leitos de UTI e de 19 leitos clínicos, sendo que dois foram destinados à atender a rede pública. Há ainda a possibilidade de ampliação, no entanto, foi ressaltado ser uma retaguarda sensível, tendo em vista a preocupação com a sobrecarga do sistema e a falta de profissionais da saúde para atuar. Além disso foi relatado um aumento na procura da população por exames de confirmação do coronavírus. A Secretária de Saúde de Erechim, Eclesan Palhão pontuou sobre a preocupação no que se refere ao surto de dengue no município, tendo em vista que a doença também poderá ocasionar maior procura pela rede de saúde, sobrecarregando ainda mais o sistema, que já está em alerta. Conforme o Comitê regional de Atenção ao Coronavírus da Amau, segundo o último balanço, há 517 casos ativos na região, sendo que 83% deles estão concentrados em 8 municípios.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA