top of page

Encontro de Fruticultores reúne regiões do Alto Uruguai e Norte para discutir produção de citros



Visando fomentar o aumento da área de citricultura nas regiões do Alto Uruguai e Norte do Estado, mais voltada para o cultivo da laranja, com pomares de alta produção e rentabilidade econômica para suprir a demanda de uma indústria de sucos que está se instalando no município, bem como outros mercados. Este foi um dos focos do Encontro de Fruticultores que reuniu mais de 300 pessoas em Centenário, nesta quarta-feira (27/09), no Ginásio Municipal de Esportes. Participaram do evento produtores, extensionistas da Emater/RS-Ascar, mais de 20 prefeitos, secretários municipais, empresários, lideranças das duas regiões, representantes de instituições financeiras, o deputado estadual Paparico Bacci, os gerentes regionais da Emater/RS-Ascar de Erechim e Passo Fundo, Gilberto Tonello e Dartanhã Vecchi, o prefeito de Estação e vice-presidente da Associação dos Municípios do Alto Uruguai (Amau), Geverson Zimmermann, o prefeito de Paim Filho e presidente da Associação dos Municípios do Norte (Amunor), Genes Ribeiro. A atividade foi marcada por palestras com recomendações técnicas de boas práticas, manejo para implantação e condução de pomares já existentes, perspectivas de mercado e prevenção de doenças. Palestraram o chefe da Divisão Agropecuária da Secretaria da Agricultura (Seapi), engenheiro agrônomo Paulo Lipp, e os extensionistas da Emater/RS-Ascar Luiz Ângelo Poletto, Jair Griebler e Ivonir Biesek. No panorama do Alto Uruguai, Poletto observou que a região conta com área de 2.584 hectares cultivados com laranja e 168 hectares com de bergamotas, envolvendo 1.200 produtores trabalhando e vivendo da atividade. "Com a possibilidade de aumento da área e efetivação de projetos e recursos nesta cultura, a ideia é fornecer matéria-prima necessária para as indústrias da região e do Estado, aumentar a renda dos produtores rurais e evitar o êxodo rural", ressaltou Poletto. Paulo Lipp João apresentou um panorama da citricultura no Estado, destacando dados do IBGE que dimensionam a produção da cultura no RS. Em 2022 a produção foi de 357,2 mil toneladas, em uma área de 21.100 hectares. A expectativa para 2023, segundo ele, é de 320,1 mil toneladas, em 20.400 hectares. Além do clima e solo favoráveis da região, Lipp destacou outras potencialidades e peculiaridades, como a cor da fruta. Para o fomento, destacou a importância do apoio das prefeituras e das lideranças para a atividade. Entre as principais recomendações foi enfático quanto à qualidade sanitária das mudas, profissionalização do produtor e defesa sanitária vegetal para prevenção de doenças e pragas, como o Greening. O extensionistas rural da Emater/RS-Ascar Luiz Ângelo Poletto apresentou um panorama da região do Alto Uruguai. Os extensionistas Jair Griebler e Ivonir Biesek reforçaram a importância da muda de qualidade, da análise de solo e foliar e um conjunto de procedimentos na condução e implantação dos pomares para que os produtores tenham êxito na atividade. Também foi destacada a mecanização. Durante o evento ocorreu o lançamento da pedra fundamental da Citro Sul Indústria e Comércio de Sucos, que será instalada no município de Centenário. Participaram representantes do Grupo Moreto e da Longavita, que apresentaram a empresa. De acordo com o grupo, a Citro Sul será instalada em uma área de cinco hectares, com planta industrial com 2 mil metros quadrados e oportunizará geração de renda e empregos. O prefeito de Centenário, Genoir Florek, agradeceu aos produtores, investidores e os extensionistas Leandro Kubiak e Laura Glaner, assim como anunciou investimentos de fomento à citricultura, com repasse de recursos de R$ 300 mil, e entregou mudas aos produtores. As gerencias da Emater/RS-Ascar das duas regionais manifestaram apoio da Instituição na área de Extensão Rural e parceria para o desenvolvimento regional e permanência dos produtores no campo. Na abertura, as autoridades e lideranças parabenizaram o município de Centenário, os empreendedores da empresa e destacaram a importância econômica e social da citricultura para as duas regiões. Também manifestaram como propósito, atuar em parceria para aumentar a área de citros. O secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Ronaldo Santini, em uma intervenção online, parabenizou o município pelo evento e todos os envolvidos, manifestando apoio à agricultura. Projeto de ampliação da área de citros nas regiões Durante o encontro, foi entregue aos representantes do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa um projeto de ampliação da área de citros no Alto Uruguai e parte da região Norte. O Encontro de Fruticultores foi promovido pela Prefeitura de Centenário, com apoio da Emater/RS-Ascar, das empresas Moreto e Longavita, Latícinios Kanigoski e as instituições financeiras Banco do Brasil, Banrisul, Cresol e Sicredi.

Comments


bottom of page