Drop Team do IFRS conquista prêmio na Shell Eco-marathon Américas

A equipe Drop Team, formada por estudantes do curso de Engenharia Mecânica e servidores do Campus Erechim do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), alcançou a marca de 543 km/L de gasolina, na Shell Eco-marathon Americas, maior competição de eficiência energética do mundo. Com a marca, a equipe conquistou a terceira colocação na categoria combustão interna a gasolina.  

A Shell Eco-marathon Americas 2019 ocorreu em Sonoma, Califórnia (EUA), entre os dias 3 e 6 de abril, e contou com a participação de mais de mil estudantes de vários países da América do Norte, América Central e América do Sul. O evento tem o objetivo de melhorar a eficiência do uso de energias, bem como, o uso dos combustíveis, por meio de uma série de competições com protótipos de carros ultra eficientes.

A eficiência de 543 km/L da Drop Team superou a marca que classificou a equipe para a etapa internacional da Shell Eco-marathon. Ano passado, o time do IFRS fez 424,9 km/L na competição nacional, conquistando o título de veículo mais eficiente da América Latina.

O Brasil esteve representado na Shell Eco-marathon Americas pelas equipes: Drop Team (IFRS), Milhagem (UFMG), Pato a Jato (UTFPR) e Eficem (UFSC).

A Drop Team viajou para os Estados Unidos com 14 integrantes, sendo os professores Airton Campanhola Bortoluzzi e Alisson Dalssaso Corrêa de Souza, e os acadêmicos: Alysson Lucas de Souza, Diego Biazin da Silva, Gabriel Salini, Guilherme dos Santos, Igor Andretta Martins, Izequiel Balsanelo, Jean Carlos Jacuboski, Jean Marcos Radeski Sopshuk, Leandro Blos, Marcos Marchetto, Matheus Pedro Confortin e Thales Ruan Piovezan.

Sobre a competição:

A Shell Eco-marathon é uma competição de fomento à pesquisa energética que desafia estudantes a projetar e construir protótipos que percorram a maior distância com a menor quantidade de energia.

A iniciativa teve início em 1939, quando funcionários da companhia nos Estados Unidos fizeram uma disputa sobre quem conseguiria percorrer a maior distância possível com a mesma quantidade de energia. Em 1985, a competição se tornou oficial. Desde então, ela se expandiu para outros dois continentes, Ásia e Europa, incluindo categorias em diversos tipos de combustíveis.

© 2018 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA