top of page

Diretoria de Bem-Estar Animal e políticas públicas de proteção marcam apresentação de novos serviços



A Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Meio Ambiente, realizou nesta quinta-feira (1) evento de apresentação da Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), no Salão Nobre da Prefeitura.

Conforme explica o secretário de Meio Ambiente, Cristiano Moreira, a Diretoria de Bem-Estar Animal é responsável por dirigir as ações relacionados aos animais do município, visando o equilíbrio ambiental e sanitário através de ações coordenadas que geram a proteção, defesa, dignidade e bem-estar dos animais de Erechim.

“Vale destacar que ela foi criada através de lei Complementar Nº 46, de 13 de janeiro de 2022 e, entre os serviços administrados pela Diretoria, estão o Centro Municipal de Acolhimento e Proteção aos Cães, que hoje conta com cerca de 25 animais à disposição da comunidade para adoção; o projeto Adote um Amigo; Controle Populacional e Identificação de Cães e Gatos; Banco de Ração e Utensílios para Animais; Unidade de Referência Animal (URA); Fiscalização contra maus tratos aos animais; Atendimento à cães errantes atropelados e feridos; Cão e gato comunitário; além do recolhimento de carcaças de animais em vias públicas”, explica o titular da pasta de Meio Ambiente.

Requalificação dos serviços

Para o diretor da DBEA, Thunay Lopes, a criação da Diretoria vem ao encontro da necessidade de requalificar os serviços buscando melhorias no bem-estar animal do município, propiciando políticas públicas de proteção animal, bem como de saúde pública municipal.

“A equipe da DBEA é composta pela chefia da Unidade de Referência Animal (URA), do Centro de Acolhimento e Proteção aos Animais, além de dois auxiliares de serviços, uma médica veterinária, uma estagiária de veterinária e o diretor. Além disso, é fundamental destacar que, quando falamos em controle populacional, nos referimos às castrações oferecidas pela Prefeitura de forma gratuita à população, em parceria com clínicas veterinárias. O cadastro para ter acesso ao serviço é realizado no site da Prefeitura e portal da Secretaria de Meio Ambiente”, pontua o diretor da DBEA.

Em relação aos procedimentos gratuitos de controle populacional de animais, podem ser castrados cães e gatos adotados; em situação de abandono; sob tutela de ONG de proteção e protetores voluntários; comunitários; pertencentes a pessoa inscrita no CadÚnico e pertencentes a pessoa em situação de vulnerabilidade social.

Políticas públicas de proteção aos animais

O prefeito de Erechim, Paulo Polis celebrou a implantação dos novos serviços e destacou que hoje um animal de estimação é como um membro da família e merece ser tratado com dignidade e respeito. “Hoje é um marco histórico na proteção pública voltada aos cães e gatos. Só para termos uma ideia, somente em relação às castrações gratuitas oferecidas pela Prefeitura: antes da criação da DBEA, eram realizadas em torno de 80 castrações por mês. Agora, a expectativa é a realização de aproximadamente 200 castrações por mês, totalizando 2,4 mil por ano, sem custo nenhum para a população que se enquadra nos critérios exigidos para ter acesso ao serviço. Para termos uma ideia da demanda existente em nossa cidade, o serviço de credenciamento para o procedimento foi aberto no site no início de agosto e, até o momento, foram registrados aproximadamente 430 processos solicitando a castração. Destas, 156 já foram realizadas nas clínicas veterinárias parceiras. Parabéns a essa equipe do Meio Ambiente que, com dedicação, profissionalismo e gestão pública atendem uma grande demanda que atinge todas as cidades brasileiras. Agora Erechim entra em um novo patamar e marca a política pública de proteção aos animais com a criação da DBEA”, finaliza Paulo Polis.

Projetos futuros

Entre os projetos futuros da Diretoria de Bem-Estar Animal está a construção do novo Centro de Acolhimento e Proteção aos Animais, com novas instalações que vão melhorar a qualidade de vida dos animais albergados, além de facilitar o manejo dos animais. O projeto prevê um abrigo para 30 cães e 10 gatos e a área de sustentação contendo: baias e solários cobertos, pátio descoberto, escritório, ambulatório, sala de banho e tosa, lavanderia, depósito, central de resíduos, vestiários e copa.

Ainda, estão previstos o Programa Padrinho Pet, que visa o apadrinhamento dos animais do Centro de Acolhimento, através do voluntariado; o Parque Pet e o Castramóvel que será uma unidade veterinária móvel, com foco em ações estratégicas nas regiões de maior vulnerabilidade do município, onde aerão realizados atendimentos clínicos, castrações e ações de educação ambiental diretamente nas regiões que demandam maior urgência. Este projeto do Castramóvel está em andamento, aguardando aprovação do Ministério do Meio Ambiente.

Vale ressaltar que as ações de bem-estar e proteção animal integram o programa de Governo Investe + Erechim e o investimento total em todas as ações está previsto em R$ 1,2 milhão.

Comments


bottom of page