Dezembro Vermelho para refletir sobre as IST

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, estará realizando no próximo dia 4 de dezembro com o slogan “Sem camisinha você assume o risco de pegar uma IST”, dentro do Dezembro Vermelho, a campanha que pretende fazer o púbico refletir sobre as consequências do sexo sem proteção.

Neste dia será realizado o “Dia D do teste rápido”, sem a necessidade de agendamento, somente apresentando o documento de identidade nas UBS´s Aldo Arioli, Atlântico, Bela Vista, Estevam Carraro, Paiol Grande, Presidente Vargas, Progresso, São Cristóvão, São Vicente de Paula, CAPS AD e CAPS II – Renascer das 7h30 às 13h. Também estará em horário especial das 7h30 às 17h sem fechar ao meio dia a Unidade de Pronto Atendimento (UPA)

ISTs

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) são causadas por mais de 30 vírus e bactérias. Elas são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de camisinha com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer ainda da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação.

O tratamento das pessoas com estas doenças melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções. O atendimento e o tratamento são ofertados de forma gratuita nos serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

As ISTs aumentam em até 18 vezes a chance de a pessoa ser infectada pelo HIV. Isso porque para ser infectado, a relação, além de contato com secreções, precisa ter contato com sangue. As ISTs, geralmente causam lesões nos órgãos genitais, o que aumenta a vulnerabilidade para a pessoa adquirir o HIV. Sem contar que as IST, como sífilis, gonorreia e clamídia, por exemplo, podem causar morte, malformações de feto, aborto, entre outros.

As IST têm impacto direto na saúde reprodutiva e infantil, pois podem provocar infertilidade e complicações na gravidez e parto, além de causar morte fetal e agravos à saúde da criança.


USO DA CAMISINHA

Pesquisas demonstram que o uso do preservativo vem caindo com o passar do tempo, principalmente entre o público jovem. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) todos os dias ocorrem 1 milhão de novas infecções. Doenças antigas, que remontam à Idade Média, como a Sífilis, por exemplo, ainda hoje pode ser considerada uma epidemia.

Também fazem parte da Campanha a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Hospital de Caridade, Hospital Santa Mônica e Unimed Erechim.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA