Demandas de saúde pública em debate na Capital do Estado

Foram pautados diversos assuntos relacionados aos serviços de Média e Alta Complexidade (MAC), ofertados pelo Santa Terezinha


Nesta terça-feira (28), o diretor Executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha (FHSTE), Jackson Arpini, esteve cumprindo uma série de encontros de trabalho na Capital do Estado. Entre as agendas, o diretor Executivo esteve reunido, no Departamento de Gestão da Atenção Especializada (DGAE), da Secretaria Estadual de Saúde (SES), com a diretora Lisiane Fagundes.

Em pauta, diversos assuntos relacionados aos serviços de Média e Alta Complexidade (MAC), ofertados pelo hospital de caráter local, regional, macrorregional e estadual para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Na oportunidade, o diretor reiterou o pedido de uma iniciativa estadual, em parceria com os hospitais/SUS, para minimizar os números represados nas cirurgias eletivas, que se originaram, na grande maioria, em virtude do cenário e dos momentos de agravamento da pandemia da Covid-19.

Arpini apresentou o quantitativo represado de procedimentos e suas respectivas áreas, sendo que as áreas que mais possuem demandas hospitalares são a Traumatologia e Cirurgia Geral. Na ocasião, a diretora do DGAE manifestou que iniciativas estão em análise nessa direção e, que em breve a SES deverá anunciar.

Durante a reunião, também esteve em pauta a possibilidade de habilitação de novos serviços ao hospital, em decorrência do lançamento do programa de repasses estaduais Assitir, como Incentivo a Gestação de Alto Risco (Incentivo GAR), egressos de UTI Neonatal e saúde prisional, entre outros.

No encontro também foi entregue toda a documentação e o Plano de Trabalho referente aos R$ 3,5 milhões que serão repassados pelo Estado para aquisição de equipamentos para o novo complexo de UTI, que ampliará a capacidade de atendimento de 20 para 40 leitos.

Para Arpini, o encontro foi muito produtivo, oportunidade em que alinharam ações em conjunto, nos vários assuntos abordados. "Estamos encurtando distâncias, apresentando demandas e aproximando os entes, o que é salutar para o sistema público de saúde”, disse o diretor Executivo do Santa Terezinha.

Outras agendas

O diretor Executivo da FHSTE também manteve contato com o Gabinete de Crise, referente a dados e orientações sobre os protocolos sanitários em decorrência do momento positivo de combate à pandemia do coronavírus.

Ainda, na segunda-feira (27), Arpini manteve audiência com a secretária Estadual de Saúde, Arita Bergmann, oportunidade em que convidou a titular da pasta para visitar o hospital, além de debaterem sobre a demanda atual do serviço público de saúde, que são as cirurgias eletivas.