Comitê regional se reúne para traçar novas medidas durante a pandemia


Na manhã de terça-feira, 19 de maio, o Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus, reuniu-se para traçar novas ações coletivas de orientação e prevenção, face à pandemia do COVID – 19. BOLETIM INFORMATIVO 11 – 19/05/2020 Ações recomendadas: 1. Mantém firme o posicionamento com relação a importância das ações de prevenção, tendo em vista que os levantamentos regionais apontam um número maior de casos confirmados, bem como casos em um número maior de município (atualmente casos em 20 municípios); 2. Mantém a orientação para que a população adote com o máximo rigor as ações de prevenção como: higienização correta das mãos com água e sabão, utilização de álcool gel, não compartilhar talheres, copos e toalhas, ao tossir ou espirrar cobrir o nariz com lenço ou espirar no braço, evitar levar as mãos não higienizadas na boca, nariz e olhos, entre outras, conforme orientações do Ministério da Saúde e das autoridades de saúde; 3. Manifesta que realizou uma vídeoconferência com os secretários de saúde dos municípios que apresentaram casos positivos para o COVID-19, sendo: Erval Grande, Benjamim Constante do Sul, Cruzaltense, Campinas do Sul, Erechim, Barão de Cotegipe, Floriano Peixoto, Mariano Moro, Três Arroios, Estação, Getúlio Vargas, Sertão, Marcelino Ramos, Erebango, Viadutos, Jacutinga, Áurea, Floriano Peixoto, Rio dos Índios e Nonoai, no sentido de levantar informações como origem das contaminações, ações de assistência e monitoramento,  população atingida, entre outros; 4. Chama a atenção que com a chegada do período do frio mais intenso, próprio da Região Sul, poderá ocorrer uma procura maior pelos serviços de saúde (UBS), em virtude da Influenza, e todas as unidades de saúde devem estar atentas as medidas de prevenção; 5. A FHSTE está estudando a proposição de abertura de serviços mínimos (urgência nas especialidades), para não deixar a população desassistida, considerando que os pacientes não estão encontrando alternativa para solucionar seus problemas de saúde, recaindo para os serviços privados;  6. Delibera pela realização de um levantamento regional com relação aos “Testes Rápidos”, com as seguintes informações: testes adquiridos, testes aguardando entrega e quantitativos para nova aquisição; 7. Destaca que com o aparecimento de mais casos do novo coronavírus haverá a necessidade também de um maior quantitativo de equipamentos de proteção individual e testes rápidos para suprir a demanda, e chama a atenção para que as secretarias de Saúde observem com critério os estoques; 8. Informa que na próxima semana será disponibilizado o 3º lote de álcool glicerinado 80%, para todas as secretarias de saúde (aproximadamente 600 litros); 9. Informa que chegou mais um lote de Testes Rápidos oriundos do Estado/SES e que os municípios podem realizar a retirada junto a 11ª CRS;  10. Mantém a orientação que a população confeccione a sua máscara de proteção (barreira física) para circular em ambientes públicos, de acordo com Nota Informativa nº 3/2020 – CGGAP/DESF/SAPS/MS, respeitando a forma de confecção, higienização, materiais recomendados e descarte, tendo em vista a obrigatoriedade do seu uso pelo Decreto Estadual; 11. Mantém a orientação que os Serviços de Saúde Mental continuem vigilantes no sentido de dar suporte a população, face as mazelas sociais advindas da pandemia; 12. Reitera a importância de evitar a aglomeração de pessoas, prevalecendo a medida preconizada do “Distanciamento Social” (1,5 a 2,0 metros entre as pessoas); 13. Reitera a posição da “Restrição Social”, para idosos e portadores de doenças pré-estabelecidas, que se enquadram no grupo de risco e que segundo as estatísticas poderão ter um agravamento do quadro clínico; 14. Mantém a orientação para que a população da região evite ao máximo o deslocamento para municípios vizinhos como Passo Fundo, Concórdia e Chapecó, considerando que estas cidades estão apresentando números elevados de COVID-19; 15. Chama atenção para que os municípios que possuem caravanas de munícipes que atuam em outras localidades aumentem a fiscalização, no sentido de determinar a adoção de todas as medidas de prevenção preconizadas, tendo em vista que muitos casos foram oriundos desse deslocamento (frigoríficos); 16. Orienta, face ao relato dos secretários com relação as contaminações, que as secretarias busquem firmar parcerias com as empresas (frigoríficos), no sentido de auxiliar na prevenção, realização de testes rápidos e nos exames de diagnose;  17. Avisa aos municípios com relação a “Notificação” correta dos casos para correto levantamento epidemiológico. Nos casos de dúvidas acionar a 11ª CRS, para as devidas orientações; 18. Reitera a orientação que as autoridades de saúde utilizem ao máximos os veículos de imprensa, para massificar as informações de prevenção, apresentar os números corretos das contaminações e dos pacientes recuperados, entre outros; 19. Sugere um contato dos membros do Comitê com o Comandante do 13º BPM, no sentido de buscar apoio às ações que coíbem aglomeração de pessoas e também no propósito de unificar a atuação da Brigada militar a nível de Região; 20. Sugere que as secretarias, respeitando as particularidades de município/secretaria, realizem um trabalho de levantamento de casos suspeitos utilizando o Programa dos Agentes Comunitários de Saúde. O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus ressalta que muitas medidas se fazem-necessárias no sentido de minimizar a contaminação e tem adotado as ações seguindo diretrizes técnicas do Ministério da Saúde. O momento exige medidas enérgicas, em virtude dos acontecimentos vivenciados em outros países e nos grandes centros, que aos poucos vem se lastrando para outras localidades. Precisamos, num esforço conjunto e com o aval da população, achatar a curva epidemiológica da contaminação, para que possamos ofertar uma assistência adequada à população.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA