Comitê Regional orienta para adoção da cogestão



O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU realizou uma reunião extraordinária, nessa segunda-feira, 25, para avaliar a deliberação do Sistema de Distanciamento Controlado/RS, que indicou bandeira vermelha para a R16, e a possibilidade de adoção da ferramenta legal da cogestão.

Após avaliação criteriosa de vários indicadores o parecer orientador do colegiado foi pela adoção da gestão compartilhada nessa semana.

Na análise foram observadas as válvulas de segurança do Plano Estruturado de Prevenção e Enfrentamento da Epidemia do Coronavírus (AMAU), entre elas o número de casos ativos, taxas de ocupação dos leitos hospitalares e óbitos, entre outros indicadores, comparativos e gráficos.

Os membros do comitê observaram que os indicadores da semana estavam muito semelhantes aos da semana passada, que possibilitou a adoção da cogestão, inclusive com melhora em alguns.

“Observando a média ponderada aferida pelo sistema estadual, verificamos que ficamos com a segunda melhor avaliação de todas as 21 regiões, com média ponderada de 1,20, muito próxima da avaliação anterior de 1,13”, coloca Jackson Arpini, integrante do comitê regional.

Outros dados regionais foram observados como comparativos com o estado e macrorregião, regiões e suas classificações, casos recuperados, início do processo de imunização, taxa de recuperação e leitos clínicos regionais.

Importante destacar que estamos iniciando o processo de imunização na R16, através da vacinação dos grupos prioritários, mas não podemos deixar de adotar as medidas preconizadas de prevenção.

Somente podemos adotar a cogestão mediante indicadores seguros e observando, com muito critério, as válvulas de segurança, que mantém uma interlocução direta com o comportamento da sociedade.