Comitê regional discute ações coletivas para o Dia dos Namorados



A AMAU e o Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU vêm dialogando com diversos setores no sentido de buscar apoio nas ações de prevenção e enfrentamento da epidemia do novo coronavírus na região monitorada que compreende 34 municípios.

Na tarde de segunda-feira, 7, o presidente da AMAU e prefeito de Erechim, Paulo Alfredo Polis, e o integrante do Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus, Jackson Arpini, reuniram-se, novamente, com representantes dos setores produtivos, em especial do comércio e dos restaurantes.

Participaram do encontro o presidente da ACCIE, Fábio Vendrúsculo, a presidente do CDL, Rosângela Truyla, o presidente do Sindilojas, Gelso Miola, e o presidente da Associação de restaurantes e similares, Ademir L. Zarbielli.

O objetivo do encontro foi a antecipação de ações coletivas tendo em vista a proximidade do Dia dos Namorados, data que movimenta esses setores em especial.

Arpini detalhou a situação da epidemia na R16, apresentando indicadores oficiais e da Plataforma Regional de Monitoramento, que sinalizam para um elevado número de casos ativos e altas taxas de ocupação das estruturas hospitalares. Nesse sentido, foram traçadas ações em conjunto para coibir aglomerações na data alusiva, bem como medidas preventivas, como solicitação para que os namorados não deixem para a última hora a compra dos presentes, além da colocação de um carro de som chamando a atenção dos clientes para evitar aglomerações.

Também foi solicitado para que os estabelecimentos (comércio e restaurante) observem, com o máximo rigor, os protocolos sanitários e a limitação dos espaços físicos, com a lotação permitida pelos decretos estaduais e municipais.

O presidente da AMAU também destacou que cada um deve fazer a sua parte: poder público, entidades e comunidade, garantindo que as equipes de fiscalização atuarão de forma efetiva, coibindo qualquer irregularidade que possa acontecer, como relaxamento dos protocolos e junção de pessoas.

As lideranças empresariais e comerciais se colocaram à disposição para colaborar nesse momento agravado e no sentido de reforçar aos lojistas e restaurantes para que sigam corretamente as decisões sanitárias.

Na oportunidade foram entregues cartazes aos representantes para que repassem aos estabelecimentos no sentido de reforçar as ações de prevenção como utilização de álcool gel, uso obrigatório de máscara, respeito ao distanciamento e aos limites físicos dos locais comerciais.

“Nesse momento delicado precisamos avançar de mãos dadas, para superar os entraves e os números negativos, caso contrário, persistindo a situação teremos, por força do novo Modelo 3As (aviso, alerta e ação), adotar medidas mais rígidas”, pontuou Arpini.