Comitê Regional da Amau divulga novo boletim informativo


Na manhã desta terça-feira, 16, o Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus, reuniu-se para traçar novas ações coletivas de orientação e prevenção, face à pandemia do COVID – 19.


Boletim Informativo 14 – 16/06/2020

Ações recomendadas:

  1. Mantém a orientação para que a população adote com o máximo rigor as ações de prevenção como: higienização correta das mãos com água e sabão, utilização de álcool gel, não compartilhar talheres, copos e toalhas, ao tossir ou espirrar cobrir o nariz com lenço ou espirar no braço, evitar levar as mãos não higienizadas na boca, nariz e olhos, utilização de máscaras de proteção individual, entre outras, conforme orientações do Ministério da Saúde e das autoridades de saúde;


  1. Informa que está sendo produzido a nível local o álcool etílico 70%, a pedido de algumas secretarias; e o que o produto está à disposição para retirada junto a AMAU, correspondente ao 1º lote de álcool 70%;


  1. Reforça a atenção para os cuidados necessários tendo em vista a chegada do inverno, com temperaturas mais baixas. Nesse período poderá ocorrer uma procura maior pelos serviços de saúde (UBS), em virtude da Influenza e outros, e todas as unidades de saúde devem estar atentas as medidas preconizadas de prevenção;


  1. Informa que foi realizada uma reunião on-line com os secretários de saúde dos municípios que apresentaram mais de 10 casos positivos, no sentido de realizar um diagnóstico situacional e também no intuito de subsidiar futuras ações de prevenção;


  1. Reitera a importância das ações de prevenção, tendo em vista que os boletins, a cada novo levantamento, apresentam um número maior de casos confirmados (evolução natural da epidemia);


  1. Informa a pedido da AMAU, que os Prefeitos estão solicitando uma audiência, por videoconferência, com a Secretária Estadual de Saúde, Sra. Arita Bergmann;


  1. A Força Voluntária e Defesa Civil informam que continuam realizando a desinfecção de ambientes públicos em Erechim, apenas, os serviços ficaram prejudicados em razão das chuvas;


  1. Informa que os testes rápidos foram entregues a todas as secretarias de saúde no sentido de reforçar o quantitativo, considerando que os municípios realizaram as aquisições próprias e receberam também quantitativos do Estado/SES;


  1. Por decisão do Comitê / AMAU os levantamentos serão realizados em três momentos semanais: segunda, quarta e sexta-feira, para que possamos monitorar os indicadores com mais precisão, face a epidemia regional. Solicitamos aos secretários que enviem, por gentileza, os dados solicitados no tempo certo, para os trâmites e encaminhamentos devidos;


  1. Nos municípios em que ainda persiste a aglomeração de pessoas orientamos para que busquem coibir essa prática mediante o diálogo permanente e, se for o caso, através da parceria com os serviços de segurança;


  1. Manifestam a preocupação dos secretários e serviços de saúde com relação à discrepância dos testes rápidos (resultados divergentes). Nesse sentido salientam que sejam observados os critérios com relação ao teste preconizado e prazos, bem como se houver necessidade que a 11ª CRS realizem um treinamento específico sobre o tema em tela;


  1. Colocam a preocupação com a possibilidade de retorno das aulas (nada definido) e as responsabilidades dos Comitês Municipais em avaliar os Planos de Contingência. Por essa razão, tendo em vista que o assunto está em tela, deliberaram pelo convite para integrar o comitê regional a Coordenadora de Educação da 15º CRE e a representante das Secretarias de Educação, no âmbito da AMAU;


  1. Expressam a preocupação com a possibilidade de alteração da bandeira, atualmente na cor laranja (Médio Risco). Caso venha a ocorrer entendem que a Região será prejudicada, considerando que tem municípios que não tiveram casos positivos, municípios em que os pacientes positivados já venceram a quarentena, a taxa de recuperação continua subindo (aproximadamente 71%), os indicadores estão sendo monitorados e os leitos também;


  1. Mantém a orientação que a população confeccione a sua máscara de proteção (barreira física) para circular em ambientes públicos, de acordo com Nota Informativa nº 3/2020 – CGGAP/DESF/SAPS/MS, respeitando a forma de confecção, higienização, materiais recomendados e descarte, tendo em vista a obrigatoriedade do seu uso pelo Decreto Estadual;


  1. Reitera a importância de evitar a aglomeração de pessoas, prevalecendo à medida preconizada do “Distanciamento Social” (1,5 a 2,0 metros entre as pessoas);


  1. Reitera a posição da “Restrição Social”, para idosos e portadores de doenças pré-estabelecidas, que se enquadram no grupo de risco e que segundo as estatísticas poderão ter um agravamento do quadro clínico;


  1. O FHSTE informa que foi publicada matéria com relação ao repasse de valores aproximados de R$ 3.500.000,00, para a instituição, como auxílio financeiro no combate a COVID-19, mas até o momento o repasse ainda não foi realizado (aguarda publicação e repasse);


  1. Chama a atenção para que as lideranças da saúde e outros utilizem ao máximo os veículos de comunicação, para levar as informações pertinentes, bem como para realizar o chamamento da importância da adesão da sociedade na aplicação das medidas preconizadas de prevenção;


  1. Observa que nos dois últimos levantamentos os números não foram expressivos, mas chama a atenção ao feriado e ao final de semana, no sentido que não podemos relaxar nas ações de prevenção e na testagem dos casos suspeitos, para adoção das medidas recomendadas;


  1. Permanece a orientação para que a população da região evite ao máximo o deslocamento para municípios vizinhos como Passo Fundo, Concórdia e Chapecó, considerando que estas cidades estão apresentando números elevados de COVID-19;


  1. Chama atenção para que os municípios que possuem caravanas de munícipes que atuam em outras localidades aumentem a fiscalização, no sentido de determinar a adoção de todas as medidas de prevenção preconizadas, tendo em vista que muitos casos foram oriundos desse deslocamento (frigoríficos);

  2. Reitera aos representantes dos municípios para que adotem as medidas pertinentes na “Notificação” dos casos, para correto levantamento epidemiológico. Nos casos de dúvidas acionarem a 11ª CRS, para as devidas orientações;


  1. Informa que foi solicitado para a vigilância epidemiológica da 11ª CRS que oriente, de forma clara e precisa os municípios quanto aos procedimentos no que tange ao isolamento dos casos confirmados e todo o seu grupo de contato, para padronizar as ações na região.


O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus ressalta que muitas medidas se fazem necessárias no sentido de minimizar a contaminação e tem adotado as ações seguindo diretrizes técnicas do Ministério da Saúde.

O momento exige medidas enérgicas, em virtude dos acontecimentos vivenciados em outros países e nos grandes centros, que aos poucos vem se lastrando para outras localidades.

Precisamos, num esforço conjunto e com o aval da população, achatar a curva epidemiológica da contaminação, para que possamos ofertar uma assistência adequada à população.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA