Com missa às 07 da manhã desta sexta-feira, Diocese de Erexim inicia novena de sua Romaria anual







Pe. Lucas André Stein, vice-reitor do Santuário/Seminário Diocesano, presidiu e Pe. José Carlos Sala, reitor e equipe animaram a missa das 07h da manhã desta sexta-feira, dando início à novena da 71ª Romaria Diocesana de N. Sra. de Fátima. Neste dia, último do mês da Bíblia, a Igreja celebra a memória litúrgica de São Jerônimo que fez a primeira tradução da Bíblia dos originais aramaico e grego para o latim, idioma falado em todo o Império Romano da época, (340-42). Pelo fato de a tradução ser para a língua do povo e uma palavra para povo em latim é “vulgus”, chamou-se “vulgata”.

Na motivação para o canto inicial da missa, com a entronização da imagem de N. Sra. Pe. Sala ressaltou que se estava iniciando um tempo especial de renovação de nossa fé.

No início de sua homilia, Pe. Lucas também destacou o começo deste tempo especial para a Diocese e região, favorável para fortalecer a nossa unidade. Ele lembrou que a origem da Romaria está na peregrinação que devotos começaram a fazer a lugares considerados sagrados, santos, de especial manifestação de Deus. Ela é um ato de fé e fraternidade, sempre feito em conjunto, com outros, nunca individualmente. Na fé ninguém pode criar divisões, alimentar atitudes ou manifestações de ódio. A primeira leitura da missa falava da unidade dos primeiros cristãos entre os quais não havia necessitados. O Evangelho apresentou a oração de Jesus pela unidade dos que o seguissem na fé nele. São Paulo, em suas cartas, exortou muitas vezes à unidade de todos. Somos diferentes, mas irmãos. A Igreja sempre pregou a unidade, acentuadamente com o atual processo sinodal, cujo tema é sinodalidade, comunhão, participação e missão. Concluiu enfatizando a busca da unidade, tendo a Santíssima Trindade como inspiração, Jesus Cristo como Mestre e a Virgem Maria como modelo.

Durante a novena, o Santuário permanece aberto todo o dia, com oportunidade de confissões, bênçãos e aconselhamento.

Há terço e missa às 14h e às 18h. Procissão da Catedral ao Santuário às 20h, seguida de missa campal.

Durante o dia, os devotos têm à disposição muitos objetos religiosos e lembranças personalizadas do Santuário. A partir das 14h, na Praça de alimentação, assados de leitão, meio frango, cucas, pães, bolachas, pastéis e mondongo. Fichas para o churrasco do dia da Romaria, até o dia 08, sábado.

Do portão de entrada da esplanada até o Santuário, estão as bandeiras do Vaticano, do Brasil, do Estado do Rio Grande do Sul e dos 30 municípios na abrangência da Diocese.

-----------------------------------.


Programação

Nos dias da novena, no Santuário, haverá missa às 07h, menos domingo, pois sempre há missa às 08h, terço e missa às 14h e às 18h, procissão da Catedral ao Santuário, às 20h, seguida de missa campal. Durante a novena, das 14h até o final da missa da noite, na Romaria da Criança e no dia da Romaria, haverá padres à disposição para confissões. Dia 06, quinta-feira, será o dia da partilha com coleta de alimentos a serem doados a famílias necessitadas através da Cáritas Diocesana. Dia 08, sábado, Romaria da Criança, com procissão da Praça Jayme Lago ao Santuário às 09h30 e missa campal. Coleta de fraldas, roupa para crianças, algum brinquedo, doces ou bolachas, para doação a crianças carentes. Dia 08, sábado, conclusão da novena, procissão luminosa, com especial convite à participação dos ex-seminaristas. Dia 09, dia da Romaria, missas no Santuário às 06h30, às 08h, às 12h30 e às 18h. Na Catedral, às 08h e às 18h. Procissão da Catedral ao Santuário e missa campal, às 09h. Terço, adoração, bênção da saúde e bênção com o Santíssimo, às 14h. Bênção individual, no dia da Romaria, no interior do Santuário, entre uma missa e outra.

Intenções da novena e da Romaria

- Para que Maria, Mãe da unidade, nos ajude a viver e a irradiar a concórdia e a paz em nossas famílias, em nossas comunidades e na sociedade, superando as polarizações;

- Para que Nossa Senhora nos conceda e nos auxilie a transmitir a todos a alegria que deu a Isabel ao visitá-la;

- Para que Maria, Senhora da Saúde, interceda por nossos doentes, a fim de que possam unir seus sofrimentos a Cristo e recebam o cuidado generoso da família, da comunidade e do sistema público de saúde.

Sala das graças e lembranças religiosas

Junto à Capela da Reconciliação do Santuário, há uma sala para os devotos que quiserem deixar algum símbolo de graça alcançada por intercessão de N. Sra. de Fátima. Durante a novena e no dia da Romaria, haverá, à disposição de todos, imagens, terços, medalhas, calendário do próximo ano e diversos objetos religiosos com identificação do Santuário que servem de lembrança e ressaltam a dimensão do conjunto do mesmo como espaço de oração e não de simples parque.