top of page

CIRAU prevê crescimento com ingresso de municípios fora do Alto Uruguai




O Consórcio Público Intermunicipal da Região do Alto Uruguai (CIRAU), realizou assembleia ordinária na terça-feira, 10, na sede da AMAU em Erechim. A reunião foi conduzida pelo presidente do consórcio, Beto Bordin, prefeito de Jacutinga.


Na abertura da reunião, Beto Bordin explanou sobre a importância de todos os consorciados, pois desta forma deu solidez para o CIRAU com crescimento financeiro. O primeiro tema da reunião foi a inclusão de novos municípios no consórcio, de fora da região do Alto Uruguai. Foi aprovado pelos presentes, e os municípios que ingressarem passam a colaborar com a mesma quantia pagas pelos já consorciados nos contratos de rateio: “desta forma o CIRAU cresce, mas mantemos a gestão do consórcio com os municípios do Alto Uruguai”, salientou Beto Bordin.


O prefeito de Floriano Peixoto, Orlei Giaretta reforçou o bom momento que vive o CIRAU, após um período de superação: “passamos por momentos difíceis, mas hoje o nosso consórcio cresceu e ganhou credibilidade”.


Já o prefeito de Sertão, Edson Luiz Rossatto salientou a importância do CIRAU estar de abrindo para mais municípios: “isso nos fortalece para adquirirmos produtos e serviços para os municípios por um preço ainda melhor


Na sequência foi deliberado sobre os valores nos contratos de rateio. Por unanimidade foi aprovado manter o valor atual até dezembro de 2024 e a partir de 2025, todos os contratos de rateio terão reajuste pelo IPCA-E.


O coordenador administrativo do CIRAU, Ivonir Santolin explicou aos presentes na assembleia, a importância nas alterações do contrato de rateios. “Essas alterações serão necessárias para que todos os municípios sejam associados ao consórcio”, ressaltou Santolin.


Kethllen Girardi Dorneles, coordenadora de consórcio do Cirau, relatou sobre as dificuldades para executar o projeto das quentinhas (Estações de hidratação a serem instaladas nos 32 municípios da AMAU). Explicou que serão necessárias fazer algumas alterações para não aumentar a contrapartida dos municípios. Ficou definido que a instalação e mão de obra ficará a cargo de cada município.


O presidente Beto Bordin e a coordenadora de consórcio do CIRAU passaram a explicar aos presentes os sete convênios que estão sendo executados pelos consórcios: aquisição de hidratação, aquisição de mudas cítricas, desenvolvimento sustentável do turismo regional, marketing turístico, serviços de inspeções municipais, aquisição de equipamentos para usina asfáltica e estruturação de trilhas turísticas. “Todas e quaisquer alterações que serão feitas nos convênios serão repassados aos municípios”, pontuou Beto, que lembrou aos presentes que todos os projetos de turismo são através da captação de recursos do CREDENOR e do escritório regional de turismo.


Outro assunto debatido, foi o veículo recebido em doação pelo município de Erechim que no momento está sendo utilizado pelo escritório de turismo: “estamos analisando a forma legal de sessão de uso”, disse o presidente.


Nos assuntos gerais, o prefeito Beto Bordin atualizou aos presentes as atas que estão em vigência e as que estão em andamento. A coordenadora administrativa do CIRAU, Aline Carla Dallagnol, explicou sobre o edital de plano de saúde que está sendo montado e analisado para atender a demanda dos servidores dos municípios.


O presidente Beto apresentou uma sugestão para buscar uma solução para o destino dos resíduos sólidos “estamos buscando mais orientações sobre o tema e em recente viagem à Brasília conversamos com técnicos do Ministério da Integração Nacional, para detalhamento do projeto visando a implantação a custos subsidiados pelo governo federal”.


Beto Bordin abordou também sobre o programa Mais Sorrisos e a possibilidade de fazer o credenciamento para dar andamento do mesmo”.









bottom of page