top of page

“Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) se tornou peça-chave para o progresso da startup Fábrica”



Iniciativa da Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, tem como objetivos promover a inovação e o empreendedorismo tecnológico no município

O Centro de Inovação e Tecnologia (CIT), iniciativa da Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, tem como objetivos promover a inovação e o empreendedorismo tecnológico no município. O Programa de Incubação realizado pelo CIT tem esta finalidade de colocar ideias em prática, desenvolver produtos, serviços, empresas e startups.

Construir o futuro

O prefeito de Erechim, Paulo Polis, explica que o município de Erechim está criando alternativas e oportunidades, investindo em conhecimento. “Todo este trabalho para estruturar o ecossistema de inovação é realizado com a parceria do Poder Público, com empresas, universidades, institutos e a comunidade. O objetivo é criar ambientes técnicos, criativos, qualificados, para inovar, partindo das nossas necessidades, da nossa realidade, para melhorar a vida das pessoas e construir o futuro de Erechim”, observa o prefeito Polis.

Avaliação

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Emerson Schelski, afirma que o CIT está no início do seu trabalho, estruturando parcerias, constituindo rede de colaboradores, métodos e conhecimentos necessários para viabilizar os projetos e novos empreendimentos. “O CIT é uma iniciativa excelente, mas existem desafios pela frente. Cinco projetos participaram do Programa de Incubação, em 2023, entre eles, a startup, A Fábrica, que foi desenvolvido dentro do CIT. Há muito que ser feito, mas estamos no caminho certo”, afirma o secretário Schelski.

Representante

Conforme o representante da startup, João Gamin, a Fábrica é um projeto de tecnologia, que oferece mentoria especializada, para promover crescimento profissional, aprimoramento de habilidades e construção de carreiras.

A Fábrica teve início há pouco mais de seis meses, como uma pequena startup situada no Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) de Erechim. Em pouco tempo, com o apoio dos colaboradores do CIT, o projeto cresceu e conta com várias pessoas dispostas a aprender e evoluir como profissionais de TI. Tão fundamental quanto o empenho e dedicação dos envolvidos na Fábrica, o CIT se tornou peça-chave para o progresso da startup, disponibilizando um ótimo espaço físico e mantendo uma relação de cooperação, com extrema receptividade às mais diversas necessidades e sugestões. O trabalho em conjunto das duas partes não só agiliza e acelera os resultados, mas abre portas para o futuro, servindo como base para a execução de novos projetos cada vez maiores e com benefícios a todos”, ressalta o representante da startup.

A startup

Com seu próprio site (https://www.afabrica.tech), desenvolvido integralmente pelos participantes, a Fábrica dá o primeiro passo rumo a consolidação no mercado de desenvolvimento de softwares na região, tendo projetos já sendo realizados para empresas como a Lara (@laradresses_), referência em aluguéis de trajes, e com um canal de denúncias próprio, motivado pela Lei 14.457/2022, e que está disponível para personalização e implementação para todas as empresas.



 

 

 

 

bottom of page