Censo 2022: 60 milhões de brasileiros já responderam pesquisa

Até o momento, 52% da população recenseada é de mulheres


Um total de 60 milhões de brasileiros já responderam a pesquisa do Censo Demográfico 2022, em mais de 20 milhões de domicílios Até o momento, quase 48% da população recenseada é de homens e, 52%, mulheres. O estado mais adiantado na coleta de informações é o Rio Grande do Norte, seguido por Pernambuco. O Distrito Federal aparece em terceiro na lista. Na outra ponta, Mato Grosso, Roraima e São Paulo apresentam os menores percentuais. As entrevistas começaram no dia 1º de agosto, e até a manhã desta terça-feira (30), de acordo com o primeiro balanço dos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o total da população recenseada era de 59.616.994 pessoas. Entre eles, 450.140 indígenas e 386.750 quilombolas. A maior parte dos questionários - 99,7% - foi respondida de forma presencial. Em 34.055 domicílios, as pessoas optaram pela internet e 30.202 participaram da pesquisa por telefone. O levantamento aponta, ainda, que a população brasileira está mais velha./E que em 2,3% dos domicílios, os moradores recusaram participar do Censo. A previsão do IBGE é visitar 75 milhões de domicílios, até o final de outubro. Sobre os obstáculos enfrentados neste momento, o Instituto cita a falta de pessoal para atuar em determinadas regiões do país. O estado com maior déficit de recenseadores é o Mato Grosso, com mais de 51% do contingente necessário ainda sem ser completado. As informações apuradas pelo Censo servem como base para políticas públicas e podem influenciar até mesmo tomada de decisões dos setores industrial e empresarial. No hotsite do Censo 2022, é possível acompanhar diariamente o total da população recenseada no país e a evolução dos setores trabalhados por unidades da federação.