Campanha para unir forças e fazer do trânsito um espaço seguro e organizado em frente às Escolas



Unir forças para tornar o trânsito mais seguro e organizado em frente às escolas municipais, estaduais e privadas, priorizando o bem-estar de estudantes, familiares e a mobilidade dos veículos. Esse foi o objetivo da reunião realizada, na manhã de hoje (16), na sede da Secretaria Municipal de Educação de Erechim com representantes do Poder Público, Transporte Escolar e Órgãos de Segurança Pública. A proposta é construir uma campanha de conscientização, num primeiro momento, e se não houver resultados, atuar na fiscalização e multa.

Secretaria de Educação

A secretária de Educação, Verenice Teresinha Lipsch, disse que a reunião foi o primeiro passo para integração dos representantes do Poder Público, Transporte Escolar e Órgãos de Segurança Pública. Momento para apresentar os principais problemas atuais relacionados a todas as escolas, ao trânsito e buscar soluções conjuntas. Ela afirma que a proposta é fazer uma campanha de conscientização de toda a comunidade, familiares e motoristas, para chamar atenção para a necessidade dos cuidados no trânsito, na hora da entrada e saída dos estudantes. “O objetivo é buscar todos juntos alternativas para a segurança das crianças e o bom funcionamento do trânsito em todas as escolas de Erechim, municipais, estaduais e da rede privada”, disse.

Brigada Militar

Conforme o capitão da Brigada Militar, Altemar Dutra, um dos principais problemas, na sua avaliação, é a fila dupla que se forma em frente às escolas, na hora do embarque e desembarque, e que impede o acesso à faixa amarela, causando filas e engarrafamentos. “Principalmente, ao meio-dia e no fim da tarde”, disse.

O tenente Lourival acrescentou, também, que a esses entraves se somam a utilização da própria faixa amarela pelos familiares dos estudantes. A sugestão da Brigada Militar seria liberar os estudantes do transporte uns 10 minutos antes para evitar esse congestionamento. A Brigada Militar é favorável à campanha disse o capitão, Altemar Dutra, mas depois que ela for colocada em prática, o próximo passo será a fiscalização e multa dos motoristas se não houver colaboração da comunidade.

AERTE

Os integrantes da Associação Erechinense dos Transportadores Escolares (AERTE), Joelson da Rosa, Jadir Desideri dos Santos, Tiago Balbinot e Leandro Rosset, que estão no dia a dia transportando crianças e adolescente, vivenciando a rotina e os desafios da mobilidade urbana, apresentaram uma sugestão de campanha para o trânsito nas escolas, focada na conscientização de familiares, estudantes e comunidade escolar. “Pedimos o apoio de todos para fazer essa campanha, Poder Público, Órgãos de Segurança e Comunidade, e a proposta é contribuir para um trânsito mais humanizado e seguro”, disseram. O objetivo é enfatizar o respeito à sinalização, aos espaços de embarque e desembarque dos micro-ônibus e destinados aos estudantes. A sugestão da AERTE é que a campanha seja repassada aos familiares, responsáveis, pelos estudantes, por meio da agenda escolar, como mais uma tarefa do processo de ensino-aprendizagem.

Coordenadoria de Segurança Pública e Proteção Social

Para o coordenador, Décio Vicelli, da Coordenadoria de Segurança Pública e Proteção Social, que representou também o secretário de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, Mario Rossi, mobilizar e envolver a comunidade é necessário neste tipo de campanha para se colher bons frutos. Vicelli citou o exemplo de outros municípios que já fazem um escalonamento na entrada e saída dos estudantes e que tem resultados efetivos.

O diretor de Trânsito da Prefeitura de Erechim, Eleniltom Jose Pires de Lima, apoia a iniciativa e disse que ela trará mais resultados se for feita associada à fiscalização no trânsito pelos agentes.

A campanha está sendo organizada pela Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria de Educação, Secretaria de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, Coordenadoria de Segurança Pública e Proteção Social, Diretoria de Trânsito, juntamente com a 15ª Coordenadoria Regional de Educação, Associação Erechinense dos Transportadores Escolares (AERTE) e Brigada Militar.