Audiência pública debate trânsito em Passo Fundo e DetranRS apresenta dados inéditos da região

A sexta e última audiência pública promovida pelo Conselho Estadual de Trânsito do RS dentro do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito será realizada nesta quinta-feira, 05.07, em Passo Fundo. O objetivo é coletar junto à comunidade daquele município  e de outros 129 da Região Planalto sugestões para a melhoria do trânsito no Rio Grande do Sul. O evento acontece no auditório da biblioteca central da UPF a partir das 8h, com entrada franca.

Nessa oportunidade, como preparação para as manifestações do público, haverá palestras e apresentações da Polícia Rodoviária Federal, do Comando Rodoviário da Brigada Militar, da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e do DetranRS , que apresentará dados estatísticos inéditos referentes à acidentalidade do trânsito da região, além de orientar municípios e entidades para realizar ações de educação para o trânsito, através da Escola Pública de Trânsito.

Alguns números

Além de Passo Fundo, destacam-se na região em número de acidentes fatais e óbitos os municípios de Erechim e Carazinho. O período considerado, de 2010 a 2017, registrou 2354 óbitos nas ruas e estradas, ou mais de 15% do total do Estado.O tipo mais comum de acidente é a colisão frontal, que responde por 851 em 2016,  ou mais de 42% dos acidentes, resultando em 1098 mortes. Dentre as colisões, 84,25% ocorrem nas rodovias.

As audiências anteriores foram realizadas em Santo Ângelo, Caxias do Sul, Porto Alegre, Pelotas e Santa Maria. Em todas essas oportunidades, são ouvidos gestores de trânsito municipais, pesquisadores, entidades representativas das áreas de trânsito e mobilidade e também todo cidadão interessado no tema que desejar participar. Trata-se do cumprimento da lei federal 13.614/18, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), cuja meta é reduzir pelo menos à metade, em dez anos, o índice de mortes no trânsito em relação a 2018.

Para que a população gaúcha possa tomar parte ativamente do processo, além dos seis encontros presenciais  que se encerram nesta edição está sendo disponibilizado, com apoio do DetranRS, o hotsite Qual é o trânsito que você quer?, Neste endereço, em cinco questões que podem ser respondidas em apenas alguns minutos, o cidadão pode ajudar a traçar o diagnóstico do trânsito no Estado.

Em agosto, o CetranRS encaminhará esses resultados ao Conselho Nacional de Trânsito, que estabelecerá, a partir de informações oriundas de todo o País, as metas para o período setembro 2018 a setembro 2019. Esse documento tem sua divulgação prevista para a Semana Nacional de Trânsito, que transcorre entre 18 e 25 de setembro.

O Pnatrans é coordenado no Estado pelo CetranRS, com apoio de DetranRS, Comando Rodoviário da Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal, Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, Federação das Associações de Municípios do RS, Associação Gaúcha de Municípios, União dos Vereadores do RS, Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e Instituto Zero Acidente.

O quê: Audiência pública Qual é o trânsito que você quer? Onde: Auditório da biblioteca central da UPF, na BR 285 Quando: Quinta-feira, dia 5 de julho, das 8h ao meio-dia Entrada franca e aberta a todos os interessados

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA