Aratiba entre os municípios mais transparentes nas informações sobre a vacinação contra a Covid-19



Aratiba integra uma seleta lista de municípios do Rio Grande do Sul que garantem transparência nos dados referentes a vacinação contra a Covid-19. Os dados preliminares fazem parte de uma avaliação da transparência na vacinação contra a doença, realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) e divulgado na última sexta-feira, 13 de agosto.

De acordo com o tribunal, o objetivo da avaliação é apresentar a situação da transparência das informações relativas à vacinação contra a Covid-19 divulgadas pelos Executivos Municipais e Estadual em seus sites institucionais/portais de transparência.

O relatório dos resultados preliminares da avaliação da transparência na vacinação demonstra que o percentual médio de atendimento dos 11 critérios entre os municípios é de apenas 34%. Dos 497 municípios do Rio Grande do Sul, somente 10 alcançaram a pontuação máxima, atendendo a todos os critérios da análise, entre eles Aratiba, que é o único dos 32 município da região da AMAU.

O prefeito, Gilberto Hendges, salienta que Aratiba tem realizado importantes investimentos em toda a área da saúde, mas que especialmente na questão da vacinação contra a Covid-19, houve uma grande sensibilização de todos os envolvidos no setor para garantir prevenção a toda à população. “Temos que parabenizar as equipes da saúde que incansavelmente tem se dedicado a atender a comunidade, com compromisso e agilidade, fazendo com que tenhamos o menor impacto possível frente a esta pandemia”, destacou o prefeito.

Para o secretário de Saúde de Aratiba, Rogério dos Santos, este resultado alcançado pelo município “é fruto da dedicação diária da equipe de profissionais da Secretaria da Saúde em cumprir as metas de vacinação e realizar o trabalho da melhor forma possível, cumprindo todas as normas determinadas, propiciando um atendimento de qualidade a nossa população”.

A avaliação foi realizada por técnicos do TCE-RS, que acessaram os 497 sites institucionais/portais de transparência dos municípios gaúchos, mais o portal do Estado, e verificaram o atendimento aos 11 critérios do questionário padrão. Esses critérios foram divididos em 29 perguntas. Para cada uma, foi atribuído um valor, de acordo com a relevância do tema analisado. Os valores das questões, somados, alcançavam os 100 pontos (ou 100% de atendimento).