top of page

AMAU e direção do Santa Terezinha avaliam avanços para diminuir o déficit 


A Comissão de Saúde constituída pela AMAU para acompanhar mais de perto a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, com sugestões e ideias, se reuniu na tarde desta quinta-feira, 21, com a direção da casa de saúde, para avaliar os avanços dos últimos meses e o que foi feito para diminuir o déficit recorrente. 

Participaram o presidente da AMAU e prefeito de Ponte Preta, Josiel Griseli, vice-presidente da AMAU e prefeito de Gaurama, Leandro Puton; secretário de Saúde de Erval Grande, Rodrigo dos Santos; Jackson Arpini, diretor executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha juntamente com o diretor administrativo. Márcio Antunes Pires e o presidente do Conselho Administrativo da Fundação hospital Santa Terezinha de Erechim, Dino Tomazelli.

Na reunião anterior a direção do hospital apresentou uma proposta de indexação dos contratos e mudança na metodologia de coofinaciamento, incluindo áreas estratégicas. A proposição foi aprovada por unanimidade do colegiado dos prefeitos e a instituição ficou de buscar outras alternativas para reduzir o déficit orçamentário do hospital de caráter regional. 

O diretor executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha, Jackson Arpini apresentou os avanços nestes três primeiros meses de 2024, como convênios firmados com a URI, em razão da Residência Médica e Internato Acadêmico, avanços obtidos através do programa Assistir/RS que possibilitou incrementos nos repasses mensais e esforço coletivo para alcançar valores maiores através de emendas parlamentares, numa meta de atingir em 2024, algo em torno de 4 milhões. 

“Estamos a cada ano entregando mais ações e serviços de saúde à comunidade SUS, por esta razão, tomando como base os valores das Tabelas SUS, a tendência é que nosso déficit orçamentário também aumente. Nesta direção precisando ampliar as fontes de custeio, e atuamos nesta direção”, salientou Jackson Arpini.

O diretor do hospital também repassou que o município de Erechim, juntamente com a Câmara de Vereadores irão aportar em torno de R$ 8 milhões.



O vice-presidente da AMAU. Leandro Puton (prefeito de Gaurama), avaliou a reunião como uma agenda positiva e reiterou a importância dessa aproximação com o hospital para se entender melhor a complexidade que envolve o tema saúde na vida das pessoas: “hoje foram boas notícias, mas nem sempre será assim, mas o diálogo aberto é o melhor caminho para buscarmos soluções para melhorar constantemente os serviços prestados para a população regional”. 

Josiel Griseli, presidente da AMAU, enalteceu o esforço do hospital em buscar alternativas para melhorar a questão financeira e o atendimento, e na lógica da troca de informações, sugeriu que o hospital faça um estudo e análise do atendimento do Pronto Socorro nos primeiros horários da manhã, quando inicia o atendimento da traumatologia junto com os demais pacientes que vem do interior: “isso melhoraria e muito a logística para as ambulâncias que vem de todos os municípios da região”.

A questão do trabalho coletivo foi enaltecido pelo presidente da AMAU: “Este tema é relevante e necessita de ações conjugadas, que envolvam todas os parceiros, no sentido de manter a instituição cumprindo com seu papel assistencial e educacional”.

Outra solicitação feita à direção do hospital, a atualização da lista de espera para as cirurgias em todas as especialidades. 


留言


bottom of page