AMAU: Comitê Regional acata novo decreto do Estado

Os membros do Comitê também sugerem que a população faça o download do aplicativo que comprova a imunização, tendo em vista que em algumas atividades haverá a necessidade de apresentação da vacinação



Medidas do executivo gaúcho flexibilizam presença de público em eventos. Colegiado local, contudo, alerta para necessidade de que algumas regras continuem sendo seguidas

O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU realizou reunião extraordinária nesta segunda-feira, 4, para avaliar o decreto publicado pelo Governo do Estado em 1º de outubro. As novas diretrizes do executivo gaúcho flexibilizaram uma série de itens, possibilitando maior presença de público em eventos, além de disciplinar situações pontuais, até então vedadas.

Diante do avanço dos indicadores locais da epidemia na R16, que mostram baixo número baixo de casos ativos e reduzida taxa de ocupação das estruturas hospitalares, além do avanço da imunização, os membros do colegiado decidiram acolher na integralidade o documento estadual, sugerindo aos 34 municípios alvo de monitoramento que também o façam. “Embora o decreto amplie as flexibilizações, ainda, existem regras a serem observadas – o que é importante frisar, uma vez que a covid-19 ainda não foi erradicada”, observa Jackson Arpini, integrante do comitê regional.


Aplicativo

Os membros do Comitê também sugerem que a população abaixe o aplicativo que comprova a imunização, tendo em vista que em algumas atividades haverá a necessidade de apresentação da vacinação, 1ª e 2ª dose. “Precisamos, e iremos, continuar monitorando os movimentos regionais, através da Plataforma Regional de Monitoramento (PRM), que coleta dados e indicadores na periodicidade de três vezes por semana e analisa, diariamente, os indicadores do Sistema 3As (aviso, alerta e ação)”, completa Arpini.