top of page

Alunos de Direito da URI pesquisam sobre conflitos possessórios coletivos na linha ferroviária



Os acadêmicos do Curso de Direito da URI, Ana Maria Malicheski Zis, Catiane Rochinski, Geovana Vanessa Sansigollo, Júlia Tortelli, Leandro Marangoni, Nathalie Stefhani Flores e Vanise Regina Tartari, integrantes do grupo de pesquisa do Projeto Integrador V, participaram, na quarta-feira, 28 de junho, de um encontro, de forma online, com o Juiz Federal, Dr. Joel Luís Borsuk, na sede da Justiça Federal de Erechim.

Os acadêmicos buscaram esclarecimentos e orientações sobre a pesquisa que vem sendo desenvolvida pelo grupo, versando sobre os métodos alternativos para solução de conflitos possessórios coletivos urbanos e, em especial, o estudo de caso envolvendo os beira-trilhos da Comarca de Erechim. O trabalho está sendo orientado pelas professoras Simone Gasperin de Albuquerque e Vera Maria Calegari Detoni.

O Juiz disse que não é possível elencar “soluções fáceis para problemas complexos”; deixando claro que “nenhuma alternativa tradicional é capaz de resolver” demandas desta magnitude. O magistrado federal elogiou a iniciativa do grupo e incentivou que a pesquisa tivesse seguimento para que a população pudesse ter clareza sobre um tema que envolve toda a comunidade erechinense e da região.

Estiverem presentes, ainda, na videoconferência, a professora Alessandra Regina Biasus, que seguirá orientando os acadêmicos no próximo semestre, e a professora Giana Lisa Zanardo Sartori, que levou os demais alunos da turma 2021 Diurno, que estão cursando a disciplina de meios alternativos de solução de conflito, para conhecer o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSCON) e entender na prática o funcionamento do órgão.

O professor e supervisor do CEJUSCON de Erechim, Luciano Alves do Santos, fez a apresentação e explicou toda a dinâmica das conciliações na Justiça Federal e proporcionou aos acadêmicos um tour pela instituição, destacando que a atual Juíza Coordenadora de Erechim é a Dra. Daniela Cristina de Oliveira Pértile Victoria, que autorizou e emprestou todo apoio para que os acadêmicos tivessem este momento de vivência.

Legenda -

Comentários


bottom of page