Agronomia da URI visita a maltaria da AmBev em Passo Fundo

Em um minitour pela maltaria da AMBEV, em Passo Fundo, alunos do Curso de Agronomia da URI foram recebidos pelo Engenheiro Agrícola Douglas Perin (Engenheiro Pleno Fabril Agronômico), Marina Zanco Pezzini (Staf do processo malteiro e Engenheira de Alimentos), e Cristine Rodegueiro (Engenheira de Alimentos e Analista de gente e gestão).

        Douglas Perin abordou temas que envolvem a produção de cevada. Assim, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre análise de clima, épocas de semeadura, diferentes doses e fontes de nitrogênio, fungicidas e novas linhagens e cultivares.

        Os alunos tiveram ainda a chance de ampliar seu conhecimento cervejeiro em um bate-papo com a Engenheira de Alimentos Marina Zanco Pezzini, que conduziu a visita, juntamente com Douglas Perin. Os alunos também puderam conhecer a sequência de preparação do malte de cevada: maceração, germinação, secagem e torrefação, resfriamento, desbrotamento, armazenamento, polimento e expedição.

        Os acadêmicos conheceram também o laboratório de Controle de Qualidade e os ensaios que são realizados nesse espaço, no processo que envolve desde o cereal e a cevada até o malte como produto acabado. Além disso, puderam conhecer o processo produtivo e os parâmetros importantes a serem controlados no processo e também receberam orientações sobre noções de higiene e segurança.

        Com foco em aumentar a produtividade e o cultivo da cevada, a cervejaria AmBev é hoje a maior fomentadora de cevada no Brasil. Há mais de três décadas, a empresa transfere tecnologia, fornece sementes, fertilizantes e treina mais de dois mil agricultores do Rio Grande do Sul e do Paraná, que são beneficiados com a distribuição de 270 mil toneladas do grão a cada safra.

        Para transformar a cevada em malte, principal matéria-prima da cerveja, a Ambev possui no Brasil duas maltarias: a de Navegantes, localizada em Porto Alegre, e a de Passo Fundo. Localizada em um importante centro de produção do cereal, a filial possui capacidade para produzir 122 mil toneladas por ano e possui 150 funcionários.

        No final da visita, o grupo participou de uma recepção onde foi possível degustar de quatro marcas de cervejas do portfólio da AmBev: Brahma Zero, Brahma Weiss, Colorado e Caracu.

        Por fim, a Analista de Gente e Gestão, Cristine Rodegueiro, apresentou o programa de estágios cujos pré-requisitos são: estar cursando o penúltimo ou último ano do ensino superior e ter nível de inglês intermediário. O estágio tem até dois anos de duração com possibilidade de efetivação. Os benefícios oferecidos são: bolsa auxílio, seguro de acidentes pessoais, transporte e alimentação.

        Para o professor Amito Teixeira, coordenador do Curso de Agronomia, que acompanhou os alunos, a visita foi de extrema importância para os alunos conhecerem de onde vem e como se agrega valor a essa grande demanda de cevada que deve triplicar nos próximos anos.

© 2020 Virtual FM 104.7 - Sociedade Rádio São José LTDA