Acadêmico da URI implementa ações de Educação Permanente em Saúde na UBS São Cristóvão


O acadêmico do Curso de Enfermagem da URI, Eliomar Pereira Marca, do oitavo semestre, implementou uma proposta de extensão com ações alinhadas à Educação Permanente em Saúde. A iniciativa, desenvolvida nas quintas-feiras de novembro, teve a orientação da Professora Angela Maria Brustolin, e foi desenvolvida e planejada na disciplina de Projeto de Intervenção Profissional, com o intuito de sensibilizar o serviço sobre a importância da Política Nacional de Educação Permanente (PNEPS), instituída em 2004.

As atividades foram desenvolvidas com todos os profissionais que tivessem disponibilidade e interesse, na Unidade Básica de Saúde do Bairro São Cristóvão. Foi realizado um encontro no início e no final do turno das manhãs desses dias com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Endemias (AE), Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem e Médico.

Para o acadêmico, “a Educação Permanente em Saúde (EPS) tem por sua base de funcionalidade buscar as demandas da comunidade para alinhar os estudos das equipes profissionais, vindo, assim, possibilitar com que todos os trabalhadores tenham um compartilhamento de conhecimentos, quebrando a hierarquia do saber, visto que os ACS e os AE estão inseridos nas moradia diariamente e podem identificar as principais necessidades da comunidade e, assim, orientar o serviço para adequação de suas práticas para atendê-las de forma a promover um cuidado integral.

Num primeiro momento foi apresentada a maneira da implementação da EPS, conforme a PNEPS e, assim, identificou-se a lista das demandas sobre assuntos relevantes para sua melhora profissional, assim como a resolução de possíveis dúvidas acerca dos muitos temas, entre eles, a importância da EPS; dengue: sorotipos, vacina, prevenção e sintomas; amigdalite, cáseo amigdaliano (pedras nas amígdalas); higiene oral e limpeza de língua; IST: sífilis, hepatites, HIV/AIDS; e ostomias: significado, tipos, cuidados e orientações a pacientes e familiares.

Vale ressaltar que nas atividades realizadas tiveram um quantitativo alto de profissionais participando e estes demonstraram interesse em atualizar seus conhecimentos. Entende-se como uma forma de reciclagem constante possível de ser realizada diariamente no serviço, para alinhar suas condutas e práticas conforme as demandas provenientes do serviço em que estão inseridos, possibilitando assim um atendimento integral e humanizado.


legendas -

Ações estavam alinhadas à Educação Permanente em Saúde


Iniciativa foi desenvolvida com profissionais da Unidade Básica de Saúde do Bairro São Cristóvão